[imprensalivre] A Labareda * Edição 029

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 029
To: areuniana@yahoogrupos.com.br, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, União <uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br>, voxpress@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com, repmariana@yahoogrupos.com.br, Fournaise <4naise@yahoogrupos.com.br>, sainterose@yahoogrupos.com.br
Cc: vespin@usp.br, mass8@terra.com.br

 
Ano II * Edição nº 029 * 24/06/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
A fragmentação do micro-mundo talvez não seja o grande problema do micro-nacionalismo. É como se juntássemos todo o território mundial, e colocássemos pessoas lá dentro. Obviamente, os iguais se juntariam em sociedades e assim nasceriam os países.
Talvez o que falta aos micro-paises é uma união maior, independente dos problemas pessoais que são a grande causa da discórdia no micro-mundo.
Ainda não nasceu essa instituição, mas um grande trabalho será desenvolvido em prol de TODAS as micro-nações que existem atualmente, e essa instituição será de todos, e será organizada por todos. Os convites começarão a ser feito.
 
 
 
IMPERADOR CLÁUDIO I ENCERRA ESTADO DE EMERGÊNCIA NA LISTA PÚBLICA
 
O estado de emergência, decretado por Claudio I, encerrou-se nesta quinta-feira. Depois que tudo se tranquilizou, já é possível mandar mensagens para a lista pública reuniã sem que a mensagem passe por uma "censura" prévia.
 
A emergência foi decretada dado o caos que tomou conta de CHANDON. Depois da tempestade, agora os ânimos devem se voltar para a eleição do magistral, que já está aberta na Assembléia Popular de Qualícatos.
 
MARINA MELILLO E MARCOS VALLE DISPUTAM O PALÁCIO MAGISTRAL
 
Já está ocorrendo a eleição que vai definir o novo premier do Sacro Império de Reunião.
 
Os candidatos, no entanto, estão meio que desaparecidos do convívio com o bom povo de Reunião, que pouco pode perguntar sobre seus planos de governo.
 
Espera-se para as próximas horas a divulgação dos planos de governo para que o Qualícatos possam escolher o próximo Premier.
 
Técnicos do IIRDE apontam para uma vitória apertada de Marina Melillo (PACSO).
 
CHANCELER IMPERIAL FARÁ DIVERSAS VISITAS OFICIAIS PELO MICRO-MUNDO
 
O chanceler Alexandre Carvalho visitará nos próximos dias 21 micro-nações, amigas ou não, em busca de apoio para a criação da Federação das Micro-nações.
 
Segundo a assessoria do Chanceler, o intuito é reunir o maior número possivel de micro-nações, em busca de um melhor desenvolvimento para todos.
 
Apenas Valquíria recusou o pedido de entrada do chanceler. Procurado por nossa reportagem, o Marquês Alexandre Carvalho não foi encontrado.
 
 
 
Do enviado especial a Porto Claro
 
SEM SOLUÇÃO NO PROCESSO, QUEIXA CONTRA JOÃO PAULO REAL É RETIRADA
 
Gíton Simionovski retirou ontem a queixa que movia contra João Paulo Real.
 
João Paulo Real era acusado de ter tripla cidadania, já que supostamente teria entrado em Pasárgada e ta,bém em Reunião, onde assumiu o nome de Gustavo Trident sendo expulso pelo então Premier Alexandre Carvalho.
 
Segundo Simionovski, "as provas foram apresentadas, mas que João Paulo Real vem demonstrando ser um bom cidadão e Porto Claro precisa da atividade dele".
 
 
FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 23
 
E.C. SÃO PAULO É O CAMPEÃO DO TORNEIO DE REUNIÃO.
 
O E.C. São Paulo sagrou-se campeão do Torneio de Outono, organizado pela LRF e pela ADC Management.
 
Confira o resultado final do Torneio, que foi sucesso de público e renda:
 
 
 
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
NÃO CIRCULA EM CHANDON
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004
 

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!


Yahoo! Groups Links

[imprensalivre] A Labareda * Edição 028

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 028
To: repmariana@yahoogrupos.com.br, 4naise@yahoogrupos.com.br, saintrose@yahoogrupos.com.br, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, União <uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br>, voxpress@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com
Cc: vespin@usp.br, mass8@terra.com.br

 
Ano II * Edição nº 028 * 15/06/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
Hoje em dia, diante dos recentes acontecimentos ao redor do micro-mundo e de um melhor acompanhamento do que ocorre nas diversas micro-nações, há uma grande necessidade de avaliar melhor o conceito de micro-nação.
 
Aparentemente, o que existem hoje em dia são listas de amigos em comum ou listas de discussão política, raríssimas, é verdade.
 
A simples elaboração de um site na internet não pode ser considerado que o país possui uma estrutura mínima para ser chamado de micro-nação. Ainda quando se discute política pode até ser aceitável, mas a maioria das listas, quando não estão quase paradas, são apenas lista de amigos.
 
É preciso rever com seriedade e tratar de trabalhar para que de fato as micro-nações possam realmente e verdadeiramente terem esse nome, com uma estrutura não só política, mas com os demais setores que são possíveis em uma simulação de país, mas nada de virtualismo. Simulação de país e virtualismo não tem nada a ver uma coisa com a outra.
 
 
APESAR DE INCENTIVADA PELO IMPERADOR, LEGISLAÇÃO REUNIÃ DIFICULTA CIRCULAÇÃO DE PERIÓDICOS EM SUA LISTA PÚBLICA.
 
A atividade jornalística no Sacro Império de Reunião é muito incentivada pelo Imperador Cláudio I, mostrando entre outras coisas a liberdade de expressão na monarquia potencialmente absolutista de Reunião.
 
Entretanto, a legislação reuniã tem se mostrado ultrapassada e não acompanha o avanço tecnológico.
 
O CCC (Código de Comportamento em Chandon) não permite mensagens não oficiais que ultrapassem 100kb.
 
A Labareda, por falha já admitida pelo responsável pelo periódico, circulou com 806kb na última edição, causando espanto e reclamação por parte dos súditos.
 
Num levantamento feito pelo editor, o problema não é recente e desde o retorno do A Labareda, o limite tem sido "desrespeitado". Apenas a edição 22 circulou dentro dos limites, com 74kb, enquanto que as demais, 23, 24, 25, 26 e 27 circularam com 195, 213, 199, 240 e 806kb respectivamente.
 
Em tempos de internet banda larga para quase todo mundo e e-mail grátis com 1Gb de capacidade, jornais com 806kb é apenas uma gota no oceano.
 
DANIEL BOJCZUK ESTÁ VIRTUALMENTE ELEITO PARA DIRETOR-PRESIDENTE DA APQ.
 
O qualícato Daniel Bojczuk (Arena) está praticamente eleito para o cargo de Diretor-Presidente da APQ, que também exerce a função de Vice-Premier do Sacro Império de Reunião
 
Até o momento, Bojczuk recebeu 7 votos a favor e apenas 1 abstenção. Faltam ainda dois votos mas o resultado é indiscutível.
 
A eleição de Bojczuk garante a continuidade dos trabalhos da APQ garantindo também a discussão e votação dos diversos projetos apresentados pelo ex-premier Alexandre Carvalho.
 
CHANDON RECHEADO DE TEMAS MACRO. IMPERADOR AMEAÇA MODERAÇÃO GERAL.
 
Com nada produzido nos últimos dias e uma infinidade de mensagens tratando de assuntos macro, o Imperador ameaçou agora há pouco moderar toda a lista se o assunto não se encerrasse.
 
Há dias a principal lista de Reunião vem acumulando mensagens sem sentido algum – micronacionalmente falando – numa época em que a atividade estaria em outros patamares, pois estamos há poucos dias da eleição para o cargo máximo do poder executivo reunião.
 
Marina Melillo (Pacso), José Paulo Siqueira (Pigd) e Marcos Valle (Arena) deverão concorrer a vaga de Premier.
 
 
 
A Labareda entrevista Diego Santiago y Caldo, sócio-fundador da Fundação Porto Claro, do Sacro Império de Reunião.
 

A Labareda: Quais os reais objetivos da Fundação Porto Claro?
 
Diego Santiago y CaldoA Fundação Porto Claro tem o prazer de anunciar o início dos seus trabalhos. Porto Claro é uma fundação sem qualquer vinculação política, cujo objetivo principal é o desenvolvimento, aprovação e aplicação de projetos que
visem o desenvolvimento social, econômico, político e legislativo de Reunião.
Para tanto, contamos com o apoio dos súditos que debatem os projetos de pesquisa elaborados pela fundação. Do resultado desse debate, nasce um embrião que é apresentado ao Império, sendo posteriormente enviado aos
órgãos competentes (Poder Executivo, Legislativo ou Judiciário) para aprovação.
Após a aprovação de cada projeto a Fundação Porto Claro acompanha sua aplicação, de modo a evitar qualquer ato que venha a prejudicar sua qualidade/efetividade, bem como o desvio da sua finalidade(tredestinação).
Dessa forma, é imprescindível o apoio de todos os cidadãos durante cada fase do empreendimento, de modo que cada projeto seja realmente resultado da vontade do povo.
 
AL: As leis reuniãs mostram, em alguns casos, uma grande necessidade de se adequarem a realidade. A Fundação poderia atuar também nesse sentido?
 

DC: Claro, muitas vezes a lei é válida, mas não eficaz. Ou seja, possui todos os requisitos formais para sua existência, mas não é cumprida pela sociedade. Dessa forma, além de criar leis, a Fundação pode propor projetos de alteração ou, em alguns casos, regulamentação de determinados diplomas legais, cuja eficácia dependa de outro instrumento normativo.

 
AL: Apesar de se declarar sem vinculação política, a atuação da Fundação parece voltada exclusivamente para a política. Onde entrariam as demais áreas mencionadas?
 
DC: A FPC é apartidária e não discutimos política, mas sim projetos para o desenvolvimento do Império. Veja, por exemplo, que estamos debatendo a atuação da PGI e a necessidade do retorno do "Balcão de empregos".  
Nossa idéia é atingir todas as instituições (cultura, economia, política etc) do país mas, para isso, precisaremos do apoio dos súditos, nos enviando idéias, projetos etc. A FPC só existe se houver participação popular e debate (não só político).
 
AL: Por que o nome de Fundação Porto Claro, já que remete a uma outra micro-nação?
 
DC: O nome da FPC é em homenagem à primeira micro-nação brasileira fundada em 25 de setembro de 1992, pioneira na América Latina, e que encerrou suas atividades após 10 anos de simulação. Segundo conta a história, a idéia e a execução de Porto Claro (micro-nação) partiram de Pedro Aguiar, em setembro de 1992 e foi a partir dela que surgiram todas as demais micro-nações formadas por brasileiros (cerca de 600, entre ativas e inativas).
 
AL: A PGI já se mostrou ineficiente em alguns casos, entretanto, não há quantidade suficiente de súditos para suprirem os cargos já existentes. Criar mais cargos só aumentariam o números de cargos vagos no Império. A Fundação trabalha ou teria uma outra saída para o problema?
 
DC: Sim, discutimos, juntamente com os súditos, a possibilidade de diminuirmos a quantidade de qualícatos, diminuir a quantidade dos ministérios (nosso próximo projeto de discussão), reorganizando e redistribuindo os cidadãos ativos. CHANDON é o cartão de visitas do Império e, portanto, devemos ter o mínimo de postura ao nos comunicarmos por ele (para isso que serve o CCC). A PGI, atualmente, conquanto tenha um Procurador extremamente talentoso e brilhante, tem que escolher, em razão da falta de recursos humanos, quais infrações ao CCC devem ser denunciadas, deixando impunes os crimes menores ou, muitas vezes, criando situações estranhas, como as recentes denúncias contra os periódicos do Império (tenta-se punir uns e outros não). 
Na nossa opinião (e dos súditos) haveria necessidade de aumentar o efetivo da PGI, para que a praga da impunidade seja afastada.
 
AL: Apesar de pouco tempo em Reunião, você chegou com bastante vontade de trabalhar pelo Império, mas ainda não ocupa nenhum cargo? Como pretende ajudar o desenvolvimento sem nenhum envolvimento aparente?
 
DC: Não ocupo cargo público, entretanto, sou Presidente do Partido Social Democrata, sócio fundador da FPC e advogado. Meu envolvimento com o Império reside em cobrar uma atuação digna do nosso qualícato, Luiz Saboya, recém eleito (como Presidente do PSD), desenvolver os projetos da FPC, bem como cuidar dos interesses jurídicos dos meus clientes micro-nacionais. Dessa forma, o envolvimento é muito maior do que se imagina. 
Sempre rejeitei a idéia de que, para produzir micronacionalmente, você deve estar vinculado ao Poder Público. Isso não existe, ainda mais atualmente, que o estado intervém cada vez menos nas relações interpessoais e na economia.
 
ALSuas considerações finais e expectativas para o desenvolvimento dos trabalhos da Fundação Porto Claro.
 
DC: A FPC tem um projeto amplo de desenvolvimento para o Império. Com a ajuda dos súditos, esperamos desenvolver Reunião e aumentar a atividade como um todo. Esse é o principal objetivo da Fundação. 
Agradeço ao A Labareda pelo espaço, além de parabenizá-los pelo excelente trabalho que tem sido feito.
 
 
FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 22
 
APESAR DE EMPATE SEM GOLS, I CAVALIERI DA NORCIA SEGUE NA LIDERANÇA DO TORNEIO DE OUTONO
 
O I Cavalieri da Norcia, de Alexandre Carvalho, segue firme na liderança do Torneio de Outono, organizado pela ADC Management e pela LRF.
 
Apesar do empate sem gols, o time ainda manteve três pontos de vantagem sobre o segundo colocado, EC São Paulo, que venceu o SC Capitaux fora de casa por 4 x 3.
 
Outros resultados: SE Saint Pierre 0 x 0 REal Fournaise, Super Fournaise WO X 0 Straússia Royal, Físicos Atomicos 0 x 2 Mathematik, AD Saint Benoit 1 x 1 Cannibal FC.
 
Confira a classificação após 19 rodadas:
 
 

 

 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
NÃO CIRCULA EM CHANDON
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!


Yahoo! Groups Links

[imprensalivre] A Labareda * Edição 027

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 027
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, repmariana@yahoogrupos.com.br, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, areuniana@yahoogrupos.com.br, uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br, voxpress@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com
Cc: vespin@usp.br, mass8@terra.com.br

 
Ano II * Edição nº 027 * 13/06/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
O micronacionalismo surpreende por sua dinâmica e pela vontade daqueles que fazem parte deste hobby interessantíssimo, que merece estudos profundos acerca de sua magia e da forma como conquista vários adeptos a cada dia.
 
Uma passada de olho em alguns sites e algumas semanas de convivência nas listas públicas das micro-nações demonstram que há muito trabalho a fazer em cada uma delas e em áreas específicas.
 
Diante disso só é possível lamentar que após um final de semana, onde teoricamente teríamos mais tempo para nos dedicar a nossa micro-nação, nada de relevante foi produzido em algumas listas, em especial, em CHANDON, a lista pública do Sacro Império de Reunião. Lamentável.
 
 
TERMINA MANDATO DE ALEXANDRE CARVALHO A FRENTE DO MAGISTRAL. CARVALHO AGORA É CHANCELER DO IMPÉRIO.
 
Terminou nesta sexta-feira o mandato de Alexandre Carvalho como Premier do Sacro Império de Reunião.
 
O mandato terminou oficialmente em 28/05, mas o Premier continuou até que fossem organizadas as próximas eleições. Tendo sido eleito Qualícato pela Arena, o mandato foi encerrado pelo Imperador Claudio I através de OGI/E. Filipe Oliveira, o Lorde Protetor do Império, assumirá o executivo até a escolha do novo Premier.
 
Pouco depois da exoneração de Carvalho do Palácio Magistral, saiu sua nomeação para o cargo de Chanceler Imperial, em substituição a Gerson França.
 
Após as mudanças políticas implementadas por Carvalho, como por exemplo, a mudança de foco em relação a defesa da tradição por parte da Arena, espera-se agora uma mudança radical nas relações internacionais.
 
Carvalho pretende lutar pela união entre as micro-nações, pregando o fim da fragmentação na lusofonia e unindo e aproximando cada vez mais as micro-nações. Integrantes de seu gabinete informaram que um plano de viagens já está sendo feito e cogita-se que o novo chanceler vai chamar todos os embaixadores de volta a Reunião.
 
DOM RENATO MOARES É REELEITO PRESIDENTE DA CEM. II SINODO ARQUIDIOCESANO REUNIRÁ MICRONACIONALISTA.
 
Dom Renato Moraes, Cardeal de Reunião, foi reeleito para presidente do CEM. Com a reeleição de Moraes, espera-se uma grande organização da Igreja Católica no micro-mundo, buscando a aproximação entre a micro-nações e seus fiéis.
 
Como primeiro passo, foi anunciado recentemente a realização do II Sinodo Arquidiocesano de Reunião, que reunirá macronacionalmente os micronacionalistas para discutirem a Igreja no Micro-mundo.
 
Para maiores informações, clique aqui
 
NOMES ALTERNATIVOS PARA O MAGISTRAL SÃO REJEITADOS.
 
Encerrou-se nesta manhã a pesquisa de opinião pública realizado pelo IIRDE, que apurava a aceitação do eleitores diante de dois nomes alternativos para ocupar a vaga de Alexandre Carvalho, no Palácio Magistral: Marcos Valle (ARENA) e Fernando de Friedenburg (MICROSOC).
 
Os nomes foram rejeitados pelos súditos do Império. Confira no gráfico abaixo:
 
 
Para 54% dos súditos que participaram da pesquisa, os dois nomes apresentados não estariam a altura do Palácio Magistral
 
 
GOVERNO DO ALTO REINO DIVULGA MOEDA DO REICH
 
O Governo do Alto Reino divulgou neste último final de semana as notas que farão parte do sistema financeiro do Alto Reino.
 
As notas foram elaboradas pela Academia de Heráldica. O nome escolhido pela população do Alto Reino foi o reichsmark.
 
Destaque para a nota de 1000 reichsmark, que traz a imagem de SAM Bruno III
 
 
IIRDE FAZ ACORDO DE COOPERAÇÃO COM FOLHA DE SOFIA
 
O presidente do Grupo IIRDE (A Labareda) Alexandre Carvalho fechou acordo de cooperação com Leonardo Reis, da Folha de Sofia.
 
O acordo prevê a divulgação de notícias nos periódicos A Labareda e Folha de Sofia.
 
O IIRDE divulgou ainda números da atividade de Sofia, que podem ser conferidos no "site" do A Labareda On-Line
 
 
 
FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 21
 
I CAVALIERI DA NORCIA LIDERA TORNEIO DE OUTONO. JOGO DE REPOSIÇÃO NO SÁBADO NÃO ACONTECE E TIMES DEVEM SER PUNIDOS
 
O I Cavalieri da Norcia lidera de forma isolada o Torneio de Outono organizado pela ADC Management e pela LRF.
 
O time assumiu a liderança depois da vitória por 0 x 1 sobre o EC São Paulo.
 
Confira a classificação:
 
 
 
 
EC Futebol de Boteco e Aperitivos e Cannibal FC, que fariam jogo de reposição neste sábado, deverão ser punidos pela organização do torneio, porque não houve a simulação.
 
Espaço Publicitário
 
 
 
 
 
A Labareda entrevista Lucas Baqueiro, que depois de ser expulso de Reunião e passar por várias micro-nações, fixou residência no Alto Reino.
 
A Labareda:Há algum tempo percebemos que você não para em nenhuma micronação, tendo passado por várias em pouco tempo. A que você atribuiria esta instabilidade?
 
Lukas Weissenadlers: Bem, essa instabilidade de residência deveu-se a vários fatores. O

primeiro: Numa sede de angariar experiência política, decidi conhecer um pouco cada lugar do micromundo e em cada lugar fazer novas amizades, até o momento que cheguei no Reino Unido de Portugal e Algarves, de onde eu saí
quando decidi fundar uma micronação (coisa que foi criticada por muitos, com a velha desculpa da fragmentação da Lusofonia). Desisti de mantê-la e entreguei sua soberania ao Alto-Reino depois que, me julguei ainda incapaz de governar. Um outro motivo da instabilidade foi um certo preconceito que
alguns micronacionalista têm para com os adolescentes micronacionalistas, perseguindo-os à todo custo, e comigo não foi muito diferente. Encontrei muitos que me puseram aretes, na tentativa de não deixar-me ir longe.
 
AL: Gostaria que vc fizesse uma breve análise por sua passagem pelo Sacro Império de Reunião?
 
LW: Posso dizer que minha passagem pelo Sacro Império de Reunião foi uma experiência e tanto. Cheguei lá esperando encontrar amigos, pessoas dispostas à trabalhar sem problemas, enfim, numa completa ingenuidade esperei encontrar uma espécie de "Reino dos Ursinhos Carinhosos", confesso. Depois, passei à ver que ali funcionava de forma diferente, com muitas intrigas, brigas desnecessárias, o que foi me tirando aos poucos a vontade de lá ficar, sabendo que em outras nações a "coisa" corria com mais tranqüilidade. Recebi então, o convite para ingressar no Reino Unido da
Grã-Bretanha, que tinha como monarca à época meu ex-irmão, Ranier Spencer von Rainer (hoje Denison Spencer von Heßen, Ministro da Cultura e Desportos do Alto-Reino). Não pensei duas vezes. Fui.
 
AL:Especula-se que o Alto Reino seja apenas mais uma de suas passagens, sempre curtas, pelas micronações. Será que vc ainda não teria encontrado o lugar ideal ou é partidário da multicidadania?
 
LW: Bem, desta vez tenho eu a certeza de ter encontrado o lugar ideal. No Alto-Reino, as pessoas são amigas, muito raramente se vê uma rusga na lista – quando se vê, é, geralmente causada por algum estrangeiro que vai por lá

no intuito de tirar a tranqüilidade do Reich, mas, esses são raros – e outra coisa: no Reich as pessoas tem vontade de trabalhar e recebem total apoio para tirar seus projetos do papel. Quanto à duplacidadania, eu me pergunto:porque não? No mundo macro existe. Sou à favor da duplacidadania, claro com
algumas barreiras que existem no mundo macro, e outras que seriam colocadas por cá. Mas, deixo um aviso – sou contra o paplismo. Paplismo é uma forma ridícula de ação. Principalmente, quando é o caso de algumas micronações, em que alguém mantém paples para apenas mostrar uma atividade, como é em
algumas micronações ao qual todos sabem quais são.
 
AL: Por essas andanças vc arrumou algumas confusões. Teria sido as piores delas a expulsão de Reunião e a ameaça de processo macro sofrida naquele país?
 
LW: Sem dúvida. Na primeira expulsão de Reunião, foi ainda um pouco mais tranqüila. Era um mero novato no micronacionalismo, "viajava na maionese". Mas, quando houve a ameaça de processo por parte do grande Alberto Fioravanti, fiquei em pânico. O Bruno Del Boca, reunião, foi um dos que viram meu estado de nervosismo. Eu simplesmente fiquei com a voz trêmula, não conseguia falar nada com nada. Depois, refleti: a maneira de como eu tinha falado com o Alberto foi, sem dúvida, errada, horrível. Fui muito rude

e grosseiro. Ele, outrora, refletiu também que pôs no papel a idéia errada.Creio hoje que todas as desavenças entre mim e ele estão resolvidas, e ele sabe o quanto admiro ele como figura micronacional e macronacional.
 
AL: Quais projetos vc já desenvolveu nas micronações por onde passou que considera de extrema relevância para o micronacionalismo? e quais ainda pretende desenvolver?
 
LW: Bem, Alexandre, projetos de extrema relevância para o micronacionalismo em geral não tenho registrados. Mas, de extrema relevância para algumas micronações, sim, tenho. Por exemplo: eu dei vida ao Reino

Unido da Grã-Bretanha quando lá cheguei, na época do reinado do meu antigo irmão, Ranier I, hoje Denison von Heßen. Construí, praticamente, as forças armadas, criei e mantive o primeiro parlamento, comecei a criar a nova cultura britânica, um projeto que desenvolvi com o querido amigo Denison.
Hoje foi tudo destruído, graças a inveja de alguns que, não conseguiram fazer o bonito trabalho (modéstia à parte) que eu e o Ranier mantivemos. Outro bom projeto foi o de revitalização do Império da Índia, em Portugal e Algarves. Quando recebi o cargo de Vice-Rei da Índia, achei a Índia num
completo caos. Transformei ela na maior província de RUPA, criei uma burocracia própria, meio independente da do resto do reino. Criei a Assembléia Constituinte Ultramarina, que fechou logo depois da minha saída. Apenas saí de lá para fundar minha micronação, mas ainda cultivo muitos
amigos por lá, como o meu querido amigo Felipe IV, o Jorge Guerreiro, a Sami
(Samantha Haliwell) e alguns outros.
 
AL: Como estão suas atividades no Alto Reino?
 
LW: Bem, até o momento, estou desenvolvendo a Festa Nacional do Reich, que se dará em agosto e estou também tratando de equipar o Ministério dos Negócios do Reino, com o intuito de poder desenvolver um trabalho melhor com o cidadão alto-reinense. Estou desenvolvendo ainda um trabalho em conjunto

com outros ministros, ao qual prefiro manter, até o dado momento, em segredo.
 
AL: Suas considerações finais e uma breve descrição sobre o micronacionalismo como um hobby.
 
LW: Posso dizer que hoje, depois de todas estas passagens, sou uma pessoa mais evoluída no plano macro e micronacional. Mas ainda tenho, sem dúvida, o que melhorar – e estou tratando de fazê-lo. E, aos poucos, vou tomando mais fôlego e gostando a cada dia mais do micronacionalismo – uma nova forma de

aprender como ser cidadão, de aprender a agir com maturidade, de saber trabalhar com política, de estudar (pois o desenvolvimento de alguns trabalhos exigem profundo estudo em diversas áreas), uma maneira de aprender
a administrar. Coisa que você não aprende em uma escola, somente na da vida – que por incrível que pareça, você aprende aqui também a viver. Quem tem oportunidade de participar aqui, terá uma excelente perspectiva de vida
profissional. E claro, é também um meio de se distrair, se divertir. Foi uma honra estar aqui, Alexandre, sendo entrevistado por um singular jornalista do seu naipe. Obrigado.
 
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

 

 

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!


Yahoo! Groups Links

[imprensalivre] A Labareda – Edição nº 026

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda – Edição nº 026
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, Fournaise <4naise@yahoogrupos.com.br>, Mariana <repmariana@yahoogrupos.com.br>, areuniana@yahoogrupos.com.br, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, União <uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br>, voxpress@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com, saintrose@yahoogrupos.com.br
Cc: vespin@usp.br, mass8@terra.com.br

 
Ano II * Edição nº 026 * 08/06/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
Uma das maiores bandeiras levantadas em Reunião é a defesa da tradição. A Arena, do Premier Alexandre Carvalho, seria um dos maiores defensores das tradições reuniãs.
 
Há uma necessidade de se determinar o que é uma tradição e porque deve ser defendida. Reunião é de fato a maior micro-nação do mundo lusófono, mas confunde, ou melhor, alguns dos famosos "dinossauros" defendem uma tradição que não serve para nada.
 
A tradição que deve ser defendida é justamente a grandeza do Império, a atividade produtiva, a cordialidade e a forma correta de tratamento, além do respeito entre os reuniãos e o bom funcionamento dos poderes.
 
Mas há ainda algumas tradições que são defendidas por esta ala "dinossáurica", que é a política mesquinha e suja, o faço-tudo-que-me-dá-na-telha-porque-sou-amigo-do-imperador, aquela tradição de só aparecer quando há eleição e as discussões sobre panda/foca em detrimento do trabalho de desenvolvimento da nação.
 
É lamentável que isso ainda ocorra depois de quase 8 anos de história. Parece que as coisas estão mudando. Só nos resta esperar.
 
 
QUALÍCATOS ELEITOS COMEÇAM A CHEGAR NO PALÁCIO DOS DEMOCRÁTICOS.
 
Os qualícatos eleitos no pleito passado começam a ocupar seus gabinetes no Palácio dos Democráticos.
 
Bruno Massera, Danilo Greespan, Fernando Barroso (PACSO); Rebeca Kataoka e Leonardo Oliveira (PIGD); Alexandre Carvalho e Daniel Bojczuk (ARENA); Filipe Augusto Sales (Unida) e Luiz Saboya (PSD) já estão se preparando para tentar fazer dessa a melhor legislatura da história, dada a importância na escolha do próximo Premier e das diversas propostas que já "lotam" a próxima pauta, a grande maioria enviada pelo Premier Alexandre Carvalho.
 
O qualícato Marcelo Modesto (MICROSOC) é a primeira alteração na nova APQ. Por problemas de acesso, ele foi substituído por Fernando Sefuno.
 
Daniel Bojczuk foi nomeado Diretor-Presidente Pró-Tempore e já está começando a organizar a eleição para a Presidência da Casa. Ainda não há nomes para o cargo.
 
IIRDE COMEÇA ATUAR COM ATIVIDADE DE OUTRAS MICRONAÇÕES
 
O IIRDE começou a divulgar a atividade em outras micro-nações.
 
Alto Reino, nação de costumes alemães, governada por SAM Bruno III foi a primeira a ser estudada pelos analistas do Instituto.
 
Os números estão disponíveis na edição on-line do A Labareda. Clique aqui, confira e comente.
 
do enviado especial a Porto Claro
 
JOÃO PAULO REAL ESTÁ SENDO JULGADO POR DUPLA CIDADANIA
 
João Paulo Real, suspeito de possuir dupla ou até mesmo tripla cidadania está julgado pelo Senado de Porto Claro.
 
Entenda o caso: Gustavo Trident pediu cidadania em Reunião e Pasárgada usando um email que seria de posse de João Paulo Real. Cidadãos reuniãos que estavam em Pasárgada perceberam a semelhança e rapidamente informaram o Premier reunião, que acionou a Quaex (Serviço Secreto Reunião).
 
Essas pessoas lançaram ao mesmo tempo um "manifesto" de apoio a multi-cidadania.
 
Depois de alguns dias de investigação, foi provada a mesma numeração de IP no caso Reunião-Pasárgada. Questionado se teria solicitado cidadania em mais alguma micronação, Gustavo Trident teria confirmado em lista pública que havia solicitado em todas. Após esse episódio, Trident fora expulso do território reunião. Sabe-se que também foi recusado em Pasárgada.
 
Agora, João Paulo Real tenta provar sua inocência, alegando que Gustavo Trident era um amigo que usou o mesmo email. Nos dias de hoje é estranho pensar nisso, pois emails grátis são distribuidos como panfletos de dentistas nas ruas.
 
O advogado Luiz Monteiro apresentou defesa ao Senado.
 
Leia a defesa na íntegra.
 
 
 
 

FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 20

 
UNANIMIDADE DECIDE PUNIR STRAÚSSIA ROYAL
 
A organização do Torneio de Outono decidiu punir, por unanimidade o time do Straussia Royal, por inatividade, prejudicando o bom andamento do campeonato.
 
Pouquíssimos times conseguiram jogar com o oponente straussiano, e pedem a vitória por W.O.
 
Confira a classificação após a atribuição dos W.O`s. para as equipes prejudicadas:
 
 
 
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Corespondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004
 
 
 

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!


Yahoo! Groups Links

[jornaleiro] A Labareda – Edição 25

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [jornaleiro] A Labareda – Edição 25
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, repmariana@yahoogrupos.com.br, areuniana@yahoogrupos.com.br, jornaleiro@yahoogrupos.com.br, uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br
Cc: vespin@usp.br, mass8@terra.com.br, rafaelfigueira@hotmail.com

 
Ano II * Edição nº 025 * 03/06/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
O mandato de Alexandre Carvalho pode não ter sido o melhor e nem entrar para a história. Pode ser até mesmo que as críticas sofridas tenham algum sentido, mas ele será conhecido para sempre como "O Premier Solitário"!
 
Se não o foi, pelo menos ele se sentiu assim, mais de uma vez. Pensou em largar a política, ou pelo menos largar o partido, evitando assim alguns cargos que já estariam batendo em sua porta, aguardando apenas o término de seu mandato. Carvalho achava pouco 3 meses, até se tornar o Premier.
 
O futuro do Premier é incerto, mas seus amigos mais próximos dizem que a casa dele, em Santa Rosa, tem recebido inúmeras visitas.Os mais próximos dizem que Carvalho está profundamente decepcionado com o tratamento recebido enquanto ocupante do Palácio Magistral, outros dizem que ele desistiu definitivamente de seus sonhos. Alguns falam inclusive que o Premier teria perdido algumas noites de sono em prol do Império, mas que jamais cobraria isso de alguém, apenas se retiraria do cenário.
 
A decisão de participar da APQ não convenceu seus assessores que acreditam numa renúncia, após a posse. A atenção que vem dispensando aos seus projetos pessoais seriam os primeiros sintomas disso.
 
Mas Carvalho, em alguns de seus momentos de paz em Santa Rosa, teria afirmados a amigos que tem a consciência tranquila e que seu amor por Reunião estaria acima de tudo.
 
 
TERMINAM AS ELEIÇÕES NO SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO. OPOSIÇÃO VENCE O PLEITO.
 
Terminou na sexta-feira passada a eleição no Sacro Império de Reunião, eleição que definirá os 10 ocupantes da Assembléia Popular de Qualícatos.
 
Os 10 ocupantes já estão sendo chamados de "os eleitos", primeiro, obviamente porque foram eleitos e depois por herdarem uma pauta repleta de propostas, a maioria encaminhadas pelo Premier "emissor de ofícios" Marquês Alexandre Carvalho.
 
A nova APQ também terá a dura tarefa de organizar a eleição para Premier, talvez com 4 candidatos disputando os 10 votos.
 
A composição da APQ, segundo nota encaminhada pelo Lorde Protetor do Império, Filipe Oliveira, ficou a seguinte:
 
PACSO: 3 cadeiras
PIGD: 2 cadeiras
ARENA: 2 cadeiras
MICROSOC: 1 cadeira
UNIDA: 1 cadeira
PSD: 1 cadeira
 
Todos os partidos reuniãos conseguiram representação na APQ.
 
Historicamente poderíamos afirmar que a composição, em termos de aliança, ficaria em 5 x 5. Porém, alguns analistas políticos afirmam que a gestão do Premier Carvalho pode ter gerado uma revolução na política reuniã, pois o partido do Premier não estaria disposto a participar de nenhuma aliança pois praticamente governou sozinho e esse não era o sonho do Premier, que desejava um governo de união nacional e de muito trabalho.
 
Outros cenários estão sendo traçados para eventuais candidaturas.
 
Se o número de candidatos for 3, a divisão poderá ser 4-3-3 ou ainda 4-4-2 (o que provocaria um empate). Havendo 4 candidatos, poderíamos ter os seguintes prognósticos: 3-3-2-2 ou ainda, uma menos previsível, 4-3-2-1.
 
Resta saber agora quem mais será candidato. O único oficial, até o momento, é Marcos Valle, da ARENA. 
 
IIRDE TERMINA PRIMEIRA PESQUISA DE OPINIÃO SOBRE A SUCESSÃO DE ALEXANDRE CARVALHO
 
O IIRDE encerrou agora há pouco a pesquisa de opinião pública sobre a sucessão ao Palácio Magistral.
 
A pesquisa contemplou apenas dois candidatos, dos partidos mais votados nas eleições que se encerarram hoje.
 
Se as eleições fossem hoje e se a escolha fosse feita por voto direto, Marina Melillo (PACSO) estaria eleita com 40,62% dos votos, José Paulo Siqueira ficaria com 34,38% das intenções de votos e 25% da população esperava que o nome ao Magistral fosse outro.
 
Apesar da boa quantidade de votos, a rejeição ao nomes apresentados (25%) foi considerada alta pelos analistas do IIRDE.
 
Paralelamente a essa pesquisa, está sendo feita outra entre os pré-candidatos, Friedenburg e Valle, Microsoc e Arena respectivamente.
 
CONFERÊNCIA EPISCOPAL MICRONACIONAL ENTRA EM ASSEMBLÉIA GERAL. NOVO PRESIDENTE DEVE SER ANUNCIADO AINDA HOJE
Especial para A Labareda
 
Após quase um ano a frente da Conferência Episcopal Micronacional, o Cardeal Arcebispo de Reunião, Dom Renato Moraes, convovou no dia 1º de junho a Assembléia Geral da CEM, com a finalidade de eleger uma nova composição para a presidência deste que é o maior organismo da Igreja Católica Micronacional.
 
O Cardeal Moraes agradeceu  a todos os membros do episcopado que lhe auxiliaram durante todo este tempo, onde se saberá os nomes da nova presidência da CEM. Todos os bispos do micro-mundo, eméritos ou não, tem direito a voto e são candidatos.
 
de Pasárgada, Rafael Figueira
 
O ancião Yuri Ghenov prossegue em sua insólita luta contra os lideres do cantão de Sloborskaia. Ghenov reclama ter sido retirado da lista de forma ilegal, e questiona a validade da votação que o elegeu "persona
non-grata".
O Presidente Leonardo Fernandes confirmou que a nova identificação concedida ao controvertido cidadão sloborskaio e' uma mera formalidade, sem valor legal, ainda que inúmeros cidadãos gostariam de ver Ghenov expulso do cantão. Fontes no poder Executivo de Sloborskaia garantem que já existe
projeto para reformular a legislação, concedendo poderes ao Executivo para de fato remover Ghenov ou qualquer outro cidadão que se indisponha com as autoridades cantonais.

A chegada de Murilo Santos e Fernando Alves, dois ex-cidadãos da comatosa Avalon, foi comemorada por todos, em especial Marisa Kazama e Adriana
Moura.
As duas jurássicas donzelas pasárgadas foram cidadãs de Avalon, sendo Marisa uma das fundadoras. Ambas se juntaram aos dois recém-chegados em uma bacanal de lembranças sobre "os velhos tempos". Coisa de velho.

Enquanto isso, em Campos Bastos, o distrito de Bervania deu espaço para uma luta separatista e assistiu a fundação da Republica de Bervânia.
Adriana Moura, uma das fundadoras de CB e observadora ativa das movimentações
de bastidores da republica vermelha, preferiu não se pronunciar em público.
Fontes entre os fundadores de Bervânia garantem que cidadãos de várias nações, inclusive Pasárgada, estão sendo contactados com convites para se juntarem à luta socialista.

Michel Hullman, do Instituto Liberdade, pediu informações sobre a Micropedia, o projeto pioneiro e revolucionário do Instituto Pasárgado de Micropatriologia – INPAM. Hulmann, um republicano neo-liberal de Reuniao, planeja se juntar à equipe que produz a Micropedia.

Leo Fernandes continua em sua saga legalista, e agora aponta seus canhões contra a Assembléia Constituinte. Atraves dos esforços de Fernandes, uma intimação judicial aguarda o cômite gestor da Constituinte, alegando
que o Regimento é inconstitucional. Os Seguidores do Regimento estão esbaforidos, já que sem ele ficariam sem guia nem rumo. Um dos seguidores, lacônico, apenas comentou: "Tudo é Força, mas só o Regimento é Poder."

 
 
 
FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 19
 
 
PARTICIPANTES DO TORNEIO DE OUTONO DECIDEM SE VÃO OU NÃO PUNIR STRAÚSSIA ROYAL
 
Os participantes do Torneio de Outono, competição organizada pela ADC Management e pela Liga Reuniã de Futebol (LRF), estão votando sobre a punição ao Straússia Royal, que em não acertando seu time, os jogos das rodadas foram todos os prejudicados. Só para se ter uma idéia, quem tinha mais jogos atingiu 12 partidas enquanto que o time de Straússia só havia comparecido em 5 partidas. Os oponentes pedem os pontos das partidas para que o campeonato não precise ser paralisado.
 
O Straússia Royal, do reunião Tales Zonaro, foi recém-criado devido ao retorno do citado cidadão, mas o mesmo desapareceu logo após a mensagem de retorno. Talvez o erro tenha sido da LRF que acabou criando o time sem se preocupar com a permanência do referido cidadão em Reunião.
 
 
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Corespondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Circula na areuniana, jornaleiro e uniãoperiódicos
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004
 

                 Jornaleiro - Uma Lista Independente

                          Desde 2 de outubro de 1998 com você


Links do Yahoo! Grupos

[jornaleiro] A Labareda – Edição 24

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [jornaleiro] A Labareda – Edição 24
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, repmariana@yahoogrupos.com.br, jornaleiro@yahoogrupos.com.br, areuniana@yahoogrupos.com.br, uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br, 4naise@yahoogrupos.com.br, sainterose@yahoogrupos.com.br
Cc: vespin@usp.br

 
 
Ano II * Edição nº 024 * 01/06/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
Reunião vive um momento eleitoral, com eleições diretas para representantes do bom povo de Reunião, na Câmara Baixa, responsável pela elaboração de leis populares.
 
Interessante notar, próximo do término das eleições, que os vencedores desta eleição, PIGD e PACSO, praticamente estiveram  ausentes na participação do governo atual, não trabalhando em quase nenhuma área e mesmo assim conseguem uma votação expressiva.
 
O mandato que se encerra foi marcado por grande oposição da ala esquerdista, causando grande prejuízo para o Império, pois não disponibilizou seus valores para ajudar, não o governo do Premier Carvalho, mas ajudar a fazer o país crescer e se desenvolver. Este tipo de política e bem conhecido e causa grandes prejuízos ao país.
 
A Direita Reuniã e o partido mais central, Unida, se contentaram em garantir ao Premier Carvalho a vitória sobre seu oponente pacsista, e cobraram muito por isso. Porém, nada mais foi oferecido além dos votos para a vitória do candidato da Arena.
 
O Governo Carvalho foi formado praticamente pelos membros da Arena, e por valores individuais que se dispuseram a ajudar, como o Ministro Nário (Pigd), do Desenvolvimento e o Ministro Alcade (Microsoc) da Infra-Estrutura.
 
Então como podem Pigd, até então inativo, e Pacso, que mesmo quando convidado a participar do governo Carvalho, se recusou e lhe deu as costas, por motivos políticos, em momento algum pensando no desenvolvimento e crescimento de nossa nação do país, conseguiram vencer as eleições?
 
Obviamente que a eleição foi decidida pela quantidade de membros desses partidos, fazendo com que o desejo de se ter o poder político superasse o trabalho, alias, todo o trabalho executado pelo atual governo, que trabalhou muito sim e não aceita aqueles que dizem que o Premier Carvalho não fez nada.
 
A política reuniã precisa amadurecer e crescer e não imitar políticas fracassadas empreendidas a anos em alguns macro países. Foi a vitória do poder político em detrimento do trabalho.
 
 
ATIVIDADE NA PRINCIPAL LISTA PÚBLICA DE REUNIÃO – CHANDON – ESTÁ EM ASCENSÃO.
 
A atividade na lista pública de Reunião mostra grande aumento nesse mês de maio, alcançando a melhor marca do ano de 2005.
 
 
O aumento na atividade em relação ao mês passado foi de 29,99%. Entretanto, em relação ao mesmo período do ano passado, Chandon recuou 5,49%.
 
Confira mais da atividade reuniã, com destque para o Vice-Reino de Mariana no A Labareda On-line.
 
COM A ELEIÇÃO PRATICAMENTE TERMINADA, APQ FICARÁ EQUILIBRADA PARA A PRÓXIMA LEGISLATURA.
 
Com quase todos os votos apurados, a nova composição da APQ não garante a nenhuma ala, nem progressista (esquerda) e nem conservadora (direta) maioria para eleger o próximo Premier do Império.
 
Pacso (3), Pigd (3) e Arena, Microsoc, Unida e PSD (1) formarão a próxima legislatura, que terá muito trabalho a fazer devido as diversas propostas encaminhadas para a APQ pelo Premier Carvalho (agora Marquês), que não tomou conhecimento das deficiências daquela (onde o DP, Bojczuk-ARENA- tem feito milagres) e não parou o trabalho em seu gabinete, nem mesmo após o término oficial de seu mandato, no último dia 28.
 
Com as possíveis alianças, o panorama hoje seria de um 5 x 5, mas Arena e Unida estariam descontentes com o tratamento dado por Pigd e Pacso e já são incógnitas para a próxima eleição.
 
Será que mais uma vez a eleição será decidida no ECIE?
 
MARCOS VALLE É O CANDIDATO DA ARENA PARA O PALÁCIO MAGISTRAL
 
A Arena lançou nesta manhã a candidatura de Marcos Valle ao Palácio Magistral. O candidato estava muito feliz e confiante na vitória diante da rejeição aos nomes apresentados.
 
Segundo Alexandre Carvalho, "homem forte" da Arena, o partido não ficou satisfeito com o abandono imposto ao seu governo pelos pacsistas e pigdianos e por isso resolveram lançar candidatura própria.
 
O nome de Marcos Valle foi decidido depois de confirmarem com o atual Premier o desejo de não participar da reeleição, pois teria outros projetos em mente incompatíveis com a função de chefe do poder executivo.
 
IIRDE FAZ NOVA PESQUISA. DESTA VEZ, AS OPÇÕES SÃO FERNAND VON FRIENDENBURG (MICROSOC) E MARCOS VALLE (ARENA)
 
O Instituto Independente Reunião de Dados e Estatísticas iniciou nova pesquisa de opinião acerca das eleições para Premier.
 
Desta vez, os candidatos propostos são Friendenburg (Microsoc) e Valle (Arena). A idéia de fazer a pesquisa não partiu do diretor do IIRDE, mas de informantes que deram como certo a insatisfação da bloco progressista pelo nome de Marina Melillo.
 
A próxima eleição poderá ser uma das mais "estranhas" da história política reuniã.  
 
 
 
Do Enviado Especial ao Alto Reino
 
ALTO REINO DECIDE NOME DA MOEDA
 
O Rei Bruno III, conclamou a população do Alto Reino, inclusive estrangeiros, a participar da escolha do nome da moeda daquele país.
 
As opções para a escolha são: Thaler, Marco, Marco Novo, Novo Marco, Marco do Reich (Reichsmark).
 
O país tem forte influência da cultura alemã. Procurado por nossa reportagem,o Chanceler Douglas Klabunde disse que "o projeto de economia do Alto Reino já vem sendo desenvolvido a algum tempo pelo Rei (BrunoIII) e futuramente será concretizado com o Reichsbank.
Ao término da escolha do nome da moeda é bem provável que as cedulas sejam apresentadas à população", finalizou Klabunde
 
ALTO REINO ABANDONA UNIÃO ÍTALO-GRECO-TEUTÔNICO
 
Uma mensagem do rei Bruno III encerrou a participação da Nobre Monarquia do Alto Reino na União Ítalo-Greco-Teutônica (UIGT), formada por Pathros, Sicilia e o Alto Reino.
 
Segundo a carta, endereçada ao Rei de Pathros, Carmelo I, o principal motivo seria a disposição deste rei em ter só para si, o Reino Unido da Sicilia, após a abdicação de Labrus I.
 
A coroa havia sido transferida para os dois monarcas. Bruno III se sentiu traído e classificou a atitude do rei de Pathros como "tamanha ofensa", em pedir que o monarca do Alto Reino abdicasse da coroa da Sicilia.
 
 
 
 
 
 FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 18
 
TORNEIO DE REUNIÃO DECEPCIONA!!!
 
O Torneio de Reunião, promovido pela ADC Management e pela Liga Reuniã de Futebol (LRF)está sofrendo alguns contra-tempos por causa de times inativos e falta de controle dos jogadores lesionados, que não são substituidos automaticamente, prejudicando assim os demais adversários.
 
Apenas duas equipes realizaram 12 jogos, enquanto as demais estão com 11 e 10 jogos, e a equipe do Straussia Royal, do inativo Tales Zonaro, fez apenas 5 partidas, prejudicando os demais adversários.
 
Se o torneio terminasse hoje, o E.C. Futebol de Boteco e Aperitivo seria o campeão.
 
O I Cavalieri da Norcia (antigo Rengueira Imperial) ocupa a 5º colocação.
 
 
ERRATA
 
A Labareda vem informar, para dirimir possíveis dúvidas, que o periódico La Fiammata não será editado em italiano, como deixou transparecer notícia veiculada neste periódico.
 
La Fiammata será um jornal exclusivo para informar sobre a República de Siena, em portugues.
 
  
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Corespondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Circula na areuniana, jornaleiro e uniãoperiódicos
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundada em 06/08/2004

                 Jornaleiro - Uma Lista Independente

                          Desde 2 de outubro de 1998 com você


Links do Yahoo! Grupos