[imprensalivre] A Labareda * Edição 037

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 037
To: chandon@yahoogroups.com, Mariana <repmariana@yahoogrupos.com.br>, Conservatória <capconservatoria@yahoogrupos.com.br>, Fournaise <4naise@yahoogrupos.com.br>, sainterose@yahoogrupos.com.br
Cc: areuniana@yahoogrupos.com.br, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, voxpress@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com, União <uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br>

 
Ano II * Edição nº 037 * 22/07/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
NOVO PRESIDENTE DA CIA RESOLVE CONVOCAR NOVAS ELEIÇÕES
 
Rodrigo Rocha, presidente recém-eleito da Confederação Imperial dos Advogados de Reunião, resolveu convocar novas eleições depois das suspeitas de fraude na eleição.
 
As novas eleições realizar-se-a de 27 a 31 de julho de 2005, com voto aberto na lista da CIA, utlizando-se o poll do yahoogrupos.
 
MINISTÉRIO DA DEFESA PROMOVE ALISTAMENTO VOLUNTÁRIO
 
O Ministro da Defesa e Comandante das Forças Armadas Imperiais, Dom Laucimar da Cunha, anunciou que está aberto o alistamento voluntário para as Forças Armadas Imperiais de Reunião.
 
O alistamento será realizado através do preenchimento de formulário próprio via web.
 
Apesar de nenhuma exigência ter sido feita, os formulários serão analisados pelo ministério, divulgando posteriormente a lista dos aprovados.
 
Não há prazo determinado para o fim do alistamento.
 
Os interessados deverão preencher este formulário.
 
APESAR DA GRANDE QUANTIDADE DE NOVATOS ANUNCIADAS, CHANDON NÃO ASSISTE ESSE NÚMERO
 
Recentemente a premier Marina Melillo divulgou três medidas ordinárias concedendo cidadania a mais de 50 novos súditos.
 
Apesar disso, pouquíssimos apareceram em chandon dando ou recebendo as boas vindas. Os poucos que apareceram, criaram um clima constrangedor confundindo um pouco micronacionalismo com RPG.
 
Como sempre acontece, alguns súditos mais "velhos" acabam por "estourar" com esses novatos o que pode ter afugentado alguns.
 
O clima criado pelas eleições da CIA e um grande número de mensagens off-topic sem nenhuma atividade produtiva para Reunião poderia também ter desanimado os novatos.
 
O IIRDE realiza a partir de hoje pesquisa de opinião para descobrir onde moram essas pessoas e também os demais reuniãos.
 
A Labareda tentou contactar o ministro da integração e a premier para falarem sobre os trabalhos de integração mas até o fechamento desta edição não haviam respondido os emails.
 
IIRDE CRIA ARQUIVO HISTÓRICO PARA O A LABAREDA
 
O Diretor do Conglomerado IIRDE, controlador do A Labareda anunciou a criação do arquivo histórico do periódico.
 
O arquivo ainda está sendo organizado e apenas as edições mais recentes estão devidamente catalogadas.
 
As edições estão sendo organizadas e em breve provavelmente todo o acervo estará disponível para consulta. Há inclusive a tentativa de "remasterizar" as edições mais antigas.
 
As edições em separado do A Labareda Esportiva que circularam por algum tempo também estarão arquivadas.
 
O arquivo já está aberto para visitação. Confira: Quero visitar
 
 
 
SMR Guilherme VI Luis da Baviera (SAM Bruno III – Alto Reino), que recentemente promoveu a restauração do Império Alemão, fala com exclusividade ao A Labareda 
 
A Labareda: Como se deu a formação do Quarto Império Alemão?
 
SMR Guilherme VI: É um projeto já antigo, mas que começou a tomar forma nos últimos meses. Com a aquisição de territórios macro e tradicionalmente alemães, quando da a anexação do Grão-Ducado de Roenne, resolvemos fazer as transformações e ressucitar o Império.
 
ALO que representa isso em termos de administração do Estado e pessoal capacitado para desenvolver o Império?
 
GB: O Império Alemão assume para si o controle das relações diplomáticas dos três Estados que o integram, e, ainda possui um Poder Legislativo federal, que tem poder de tratar de determinadas matérias. Há, também, o Gabinete do Chanceler, que administra os negócios do Império, internamente. Pessoal capacitado, temos. O Príncipe de Liechtenstein, que já foi Premier Reunião, tem larga experiência. Além do Príncipe Herdeiro da Baviera, que trabalhou em diversas áreas do Principado de Sofia, antes de ser tornar nosso cidadão. Ademais, novos postulantes vêm chegando toda semana, e alguns estão muito interessados em participar e aprender sobre micronacionalismo.
 
AL: Recentemente A Labareda on-line publicou a história do Primeiro Reinado e estuda a publicação do Segundo Reinado. Teremos também a história do Terceiro Reinado, encerrada com a recente mudança?
 
GB: O Terceiro Reinado não se encerrou com a mudança de meu nome de soberania. Entretanto, os aditivos necessários à descrição do Império Alemão já estão sendo elaborados e serão publicados brevemente.
 
AL: Vossa Majestade acredita no colapso ou esfriamento do micro-mundo? Estaria o Império Alemão na contra-mão destas previsões?
 
GB: Eu acredito que a tão aclamada 'atividade' nacional é cíclica, com períodos de alta atividade interrompidos por períodos menores de baixa atividade. Apesar de, sim, acreditar que medidas de cunho social devem ser adotadas, penso que não podemos lidar com os inúmeros fatores macronacionais que influem neste fluxo de atividade. Você pode observar que, nos últimos três meses, a atividade do Reino da Baviera se manteve estável, sendo que, antes deste trimestre que finda com julho, tivemos uma queda. Noto aí essa característica periódica da calmaria micronacional. O nosso objetivo, como Império, não é o de provocar um surto de movimento em nossas listas nacionais, mas o de promover uma integração e experiência confederativas que até então, na lusofonia, nenhuma monarquia havia vivenciado.
 
 
AL: Segundo o IIRDE (Instituto de Pesquisa Reunião), em se mantendo a média de mensagens, o Império Alemão recuará cerca de 30% esse ano. Esses números preocupam?
 
GB: Não me preocupam. É claro que damos importância à atividade em lista, mas esses números não demonstram a real produtividade dos Estados federais ou do Império. Quase todos os dias fazemos reuniões com nossos cidadãos para definir projetos e idéias, e, evidentemente, elas não são contabilizadas no cálculo do Yahoo. Além do mais, você pode verificar que as altas de atividade da Baviera sempre ocorrem nos segundo semestres (veja o antigo mailgroup no Grupos). Ou seja, ainda temos tempo pra nos recuperar, estatisticamente.
 
AL: Haverá alguma mudança nas relações com outras micronações
 
GB: Não. Como explanamos no decorrer desta semana, as relações do Reino da Baviera (Alto-Reino), serão absorvidas pelo Império. Ressalto, entretanto, que trabalharemos para nos integrar mais com as monarquias lusófonas.
 
AL: Suas considerações finais e desde já A Labareda deseja êxito ao Império Alemão.
 
GB: Primeiramente, agradeço vossos votos. Enfim, saliento que, em minha concepção, as micronações, se assumirem o caminho de exaltar suas identidades e tradições individuais e fazer crescer o sentimento de amor à pátria de cada um de seus cidadãos, certamente logrará êxito em vencer toda e qualquer crise, no presente e para o futuro. Obrigado.
 
 
FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 26
 
Confira os resultados de hoje da Grande Liga envolvendo os times reuniãos.
 
Tricolor Marajoara 1 X 0 Real Fournaise
Super Fournaise 0 X 5 Vikinland Aesir
Locknation 0 X 1 Real Izabella
Abelhas 0 X 1 AD Saint Benoît
São Gonçalo 0 X 2 Saint Pierre
CA Queluz 3 X 0 Cannibal
Nabeb 2 X 1 Mathematik
SC Capitaux 0 X 0 Sobreviventes do Aborto
Futebol de Boteco 0 X 1 EC São Paulo
Físicos Atômicos – X – I Cavalieri da Norcia*
 
* Partida não realizada até o fechamento 
 
 
 
 
 

Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004
 

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!


YAHOO! GROUPS LINKS


[jornaleiro] A Labareda * Edição 036

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [jornaleiro] A Labareda * Edição 036
To: chandon@yahoogroups.com, repmariana@yahoogrupos.com.br, 4naise@yahoogrupos.com.br, sainterose@yahoogrupos.com.br, Conservatória <capconservatoria@yahoogrupos.com.br>
Cc: areuniana@yahoogrupos.com.br, União <uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br>, voxpress@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogrupos.com.br, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>

 
Ano II * Edição nº 036 * 19/07/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
SUSPEITA DE FRAUDE NA ELEIÇÃO DA CIA
 
Inconformado com mais uma derrota, Rodrigo Thedin começou a insinuar sobre a votação e sobre os votantes que teriam participado das eleições para a Confederação Imperial de Advogados.
 
De tanto reclamar, o presidente da CIA à época da eleição, José Paulo Siqueira, acabou por divulgar os 12 votantes, 7 dos quais votaram em Rodrigo Rocha.
 
Da lista apresentada, votaram Rodrigo Rocha, José Paulo Siqueira, Rebeca Kataoka, Nelson Biagio, Diego Caldo, Gerson França, Cláudio de Castro; Rodrigo Thedin, André Giserman, Filipe Oliveira, Luiz Octávio Azambuja e Filipe Sales.
 
Pouco depois, foi também divulgado a lista de todos os integrantes da CIA, contendo o cadastro de Rodini Neto (em duplicidade), Fernando Barroso e Rafael Prince, que não participaram do pleito.
 
Dos 15 inscritos, 11 participaram do pleito, mas o resultado foi 7 x 5=12.
 
Filipe Sales não consta da lista, porém teria votado em Thedin. Fraude ou um simples engano?
 
A LABAREDA ERRA AO NOTICIAR SOBRE MARAJÓ.
 
O Jornal A Labareda noticiou em sua última edição que Marajó teria adotado a monarquia por causa da inatividade.
 
Em nota, Bruno Crasnek, virtual rei de Marajó, afirma que apenas foi criado o Partido Restaurador Marajoara, com o objetivo de proporcionar a população uma alternativa à inatividade, a restauração da monarquia após consulta popular.
 
Apesar de pregar o reconhecimento ao atual governo, a forma democrática de escolha do regime e a inexistência de golpe por parte dos integrantes do partido, a restauração da monarquia levaria ao poder um de seus integrantes.
 
A Labareda está procurando Bruno Crasnek para entrevistá-lo acerca da fundação do novo partido e seus planos para Marajó, mas até o fechamento desta edição não havia recebido um retorno.
 
REATIVADO COLÉGIO REUNIÃO DE HERÁLDICA
 
Foi reativado pelo Imperador Cláudio I o CRH, Colégio Reunião de Heraldica, facilitado pelo retorno de um velho súdito, Jorge Adamatti.
 
Nomeado Grão-Chanceler do CRH, Dom Jorge Adamatti, o Marquês de Santa Maria, divulgou informe declarando que toda heráldica do Sacro Império de Reunião está sob sua responsabilidade.
 
As normas do CRH estão sendo reorganizadas e em breve serão divulgadas formas para aprovação de brasões, criação de órgãos locais para a prática da heráldica entre outras.
 
 
PORTO-CLARENSES INDIGNADOS COM LENTIDÃO NA SOLUÇÃO DO TRATADO COM REUNIÃO
 
Um clima de extrema revolta movimenta a lista pública de Porto Claro.
 
O motivo seria a demora na assinatura de um tratado que permita Porto Claro utilizar o domínio portoclaro.org, de propriedade de Cláudio de Castro, Imperador de Reunião.
 
Populares e parlamentares pressionam o Chanceler Rodolfo Alvarellos e o Presidente André Szytko para uma rápida solução do problema.
 
O chanceler reunião Alexandre Carvalho encaminhou nesta manhã ao presidente de Porto Claro o que seria a última e definitiva versão aceitável do Tratado.
 
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

                 Jornaleiro - Uma Lista Independente

                          Desde 2 de outubro de 1998 com você


Links do Yahoo! Grupos

[imprensalivre] A Labareda * Edição 035

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 035
To: chandon@yahoogroups.com, repmariana@yahoogrupos.com.br, 4naise@yahoogrupos.com.br, sainterose@yahoogrupos.com.br, Conservatória <capconservatoria@yahoogrupos.com.br>
Cc: areuniana@yahoogrupos.com.br, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, União <uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br>, voxpress@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com

 
Ano II * Edição nº 035 * 18/07/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
CHANCELARIA IMPERIAL ACIONA PROCURADOR GERAL DO IMPÉRIO NO CASO VON RAINER
 
O Chanceler Imperial Alexandre Carvalho acionou a procuradoria-geral do império para que esta cobre explicações do Sr. Flavius von Rainer acerca de seu pedido de asilo ao Sacro Reino de Pathros.
 
O pedido de asilo levou a acreditar que von Rainer estaria sendo perseguido pelo Sacro Império de Reunião, mas o pedido se referia a possível perseguição pelo RUGB.
 
O episódio causou uma das maiores aberrações diplomáticas da história. O Chanceler Carvalho não quis comentar se o episódio irá abalar as relações entre as duas micronações.
 
IIRDE DIVULGA PESQUISA SOBRE A EXPECTATIVA EM CIMA DO GOVERNO DE MARINA MELILLO
 
O IIRDE divulgou hoje pela manhã o resultado da pesquisa de opinião que perguntava aos súditos do Império sobre a quais as expectativas eles tinham do governo de Marina Melillo (PACSO).
 
Melillo, que vem sofrendo inúmeros questionamentos sobre uma possível ausência de Chandon, parece não estar abalada com as cobranças, principalmente porque recrutou seus ministros que formam sua "tropa de choque", não deixando nenhuma pergunta sem resposta e as vezes até mesmo várias respostas para uma mesma pergunta. Os já denomidados "escudos" tem trabalhado bastante respondendo às provocações de seus opositores. Até mesmo o inativo e polêmico Carlos Fraga tem aparecido mais na cena política.
 
Apesar de todos esses percalços, a expectativa é muito boa. Confira:
 
 
RODRIGO ROCHA É O NOVO PRESIDENTE DA CIA
 
Rodrigo Rocha é o novo presidente da Confederação Imperial de Advogados, eleito em pleito interno, vencendo seu adversário, Rodrigo Thedin.
 
Apesar da aparente organização da CIA, o judiciário reunião tem se mantido em sua maior parte inativo e os conflitos, ou são deixados de lado, ou caem no esquecimento.
 
Como Rodrigo Rocha tem feito um bom trabalho em todos os órgãos por que passou, acredita-se que a atividade dos advogados em Reunião, que também está em baixa, possa ser melhor utilizada pelos súditos do Império
 
REUNIÃO INVADIDA POR NOVOS SÚDITOS. VELHOS SÚDITOS RETORNAM.
 
A grande quantidade de novos súditos que chegaram a Reunião deu novo gás às capitanias, possibilitando o provimento de cargos há muito vagos em cada uma delas.
 
Straússia, Conservatória e Fournaise foram as capitanias que mais receberam esses novos súditos.
 
O retorno de velhos súditos, entre eles Tales Zonaro e Valentina Kintzel, também contribuiu para um grande crescimento e posterior aumento da atividade, a se verificar posteriormente, pelo IIRDE, o que já é objeto de estudo pelo Instituto.
 
Em conversa com o Capitão Donatário de Conservatória, Dom Luciano Trindade, uma das capitanias mais beneficiadas com a chegada de novos súditos, há grande expectativa com a chegada desses súditos.
 
Trindade afirmou que "a chegada de novos súditos é como uma suave brisa, que trás renovação e novo animo para Conservatória e para Reunião.
 
"Conservatória já passava por um período de reorganização, que se iniciou com o Legislativo. A chegada de novos súditos vem gilizar este processo, sobretudo ao ocuparem cargos que estavam vagos eles contribuem para o crescimento da atividade produtiva de Reunião".
 
Indagado sobre a possibilidade dos novos súditos não permanecerem ativos, Trindade ressaltou que "os interesses dos que chegam podem ser diferentes da experiência oferecida pelo micronacionalismo".
 
Um dos grandes problemas enfrentado pelo micronacionalismo e a falta de investimento nos novatos, que ocasiona um inatividade imediatamente após sua chegada. Nestes casos, segundo Trindade, " em Conservatória, o Moderador e o Executivo, assim como todos os moradores mais antigos estão dedicando seus melhores esforços para que os que chegam sintam-se em casa", finaliza.
 
PROJETO DE ECONOMIA MICRONACIONAL SERÁ MAIS UMA VEZ DESENVOLVIDO EM REUNIÃO
 
Reaparece em Reunião mais uma vez um movimento que tenta implantar um sistema financeiro e monetário no Sacro Império de Reunião.
 
O final de semana foi tomado por várias discussões que já duram alguns dias, sem no entanto, nenhuma proposta concreta ou viável ter sido apresentada.
 
A criação de um sistema monetário, acreditam os especialistas, deverá ser precedido por um estudo profundo acerca de suas aplicabilidades e da fiel distribuição da futura "renda".
 
A ala esquerdista de Reunião, para não perder o costume e sem mesmo conhecer a proposta de antemão, já se diz contra o projeto.
 
O Embaixador Sofista, Ricardo Delli, colocou-se a disposição para dar informações sobre o modelo aplicado em Sofia, mas parece que ninguém ainda se propos a ouvir o embaixador sofista.
 
NÚMEROS DO IIRDE MOSTRAM COLAPSO MICRONACIONAL
 
Como mencionado anteriormente aqui no A Labareda, o ano de 2004 pode ter sido um ano atípico quando trata-se da atividade nas micronações.
 
Números recém divulgados pelo IIRDE (Edição nº 33) mostram que as micronações estão encontrando grandes dificuldades para melhorar suas marcas em relação ao ano passado.
 
Apenas uma micronação apresenta possibilidade de crescimento em relação a 2004 e outras 6 tiveram aumento da atividade em relação a mesmo período do ano passado.
 
Duas outras micronações tem uma perspectiva de encolhimento superior a 50%, o que é deveras preocupante em termos de se manter o mínimo de instituições em funcionamento, podendo ocasiaro posterior "fechamento"da micornação, sendo que o primeiro passo tem siso o fechamento de suas fronteiras aos países amigos.
 
Segundo dados preliminares do IIRDE, este ano o mundo lusófono encolherá 34%.
 
 
 
Das Agências Internacionais
 
NORMANDIA APROXIMA-SE DO ALTO REINO E DE PATHROS
 
O Reino da Normandia anunciou dois tratados de cooperação recentemente, com o Alto Reino e com o Sacro Reino de Pathros.
 
No documento com o Alto Reino, eles confirmam a Carta de Hasselberg e que a mesma passa a vigorar com status formal de aliança entre os dois países.
 
Já no documento assinado com Pathros, devido a crescente amizade entre os dois povos, passaram a ser nações amigas, status que permite a abertura de embaixadas e representações entre os países. 
 
DEPOIS DE LONGO TEMPO COM FRONTEIRAS FECHADAS, AÇORES TERÁ ELEIÇÕES PARA PRIMEIRO MINISTRO
 
Depois de muito tempo com fronteiras fechadas, os Açores reaparecem no micromundo, primeiro com a coroação de Ginacarlo I e agora com o anuncio de eleições para primeiro-ministro.
 
O Jornal Tribuna dos Açores divulgou um debate entre os dois candidatos: Rodrigo Teles e Yuri Zanoni.
 
Confira o debate entre os candidatos, clicando aqui
 
MARAJO ADOTA MONARQUIA. INATIVIDADE SERIA O PRINCIPAL MOTIVO PARA MUDANÇA.
 
A nota assinada por Antônio Azevedo, Bruno Crasnek e Matheus Pataxó insinua que a República seria a principal responsável pela inatividade que arrasta-se por mais de um ano.
 
"Vivemos à mercê de políticas de reação, sem produzir, sem desenvolver, sem criar, sem crescer. E enquanto a forma de governo favorecer a instabilidade, a sociedade e a cultura marajoara viverão constantemente em perigo da completa extinção".
 
A nota diz ainda que a escolha pela monarquia, que já havia sido o primeiro sistema de governo de Marajó, mas que foi abolida por um surto pseudo-democrático, volta a cena por causa de sua "solidez e tranquilidade institucional que marcaram os onze primeiros meses de sua existência, suprimidos por uma república instável".
 
Renasce então o Reino de Marajó, tendo Bruno Crasnek herdeiro do trono, e a monarquia constitucional parlamentarista.
 
Procurado por nossa reportagem, o Chanceler Imperial Alexandre Carvalho, do Sacro Império de Reunião, comentou que toda a tentativa de por fim a inatividade é válida, mas que a fragmentação do mundo lusófono está causando problemas irreversíveis ao micromundo e que isso gerará um encolhimento dos páíses de língua portuguesa. Perguntando sobre se pretende estabelecer contato com o agora Reino de Marajó, o embaixador se limitou a dizer que ainda espera um explicação dos marajoaras do porque da retirada do embaixador Gerson França da lista local sem nenhuma explicação.
 
 
FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 25
 
Confira os resultados da rodada desta segunda-feira na Grande Liga.
 
Super Fournaise 0 X 0 União Pão com ovo
Monty Python – X – EC São Paulo*
AD Saint Benoit 0 X 7 Feijoada FC
Sport Club Pixar – X – Físicos Atômicos*
Cannibal FC 0 X 0 Isotopos
Societá Juventina 0 X 1 I Cavalieri da Norcia
SC Capitaux – X – Realmatismo*
Dois Irmãos 0 X 2 EC Futebol de Boteco
Mathematik 0 X 0 Real Fournaise
REal Izabella 3 X 4 Saint Pierre
 
* Jogos não realizados até o fechamento
 
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004
 
 
 
 

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!


YAHOO! GROUPS LINKS


[imprensalivre] A Labareda – Edição 034 – Extraordinária

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda – Edição 034 – Extraordinária
To: chandon@yahoogroups.com, repmariana@yahoogrupos.com.br, 4naise@yahoogrupos.com.br, sainterose@yahoogrupos.com.br
Cc: Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, areuniana@yahoogrupos.com.br, União <uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br>, voxpress@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com

 
Ano II * Edição nº 034 * 15/07/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
 
A última semana mostrou que apenas crescem as nações que apresentam um mínimo de estrutura organizada.
 
O Sacro Império de Reunião foi invadido por um leva de novos súditos, muitos já com grande vontade e desejo de trabalhar e provar do doce gosto do verdadeiramente micronacionalismo, prática levada a última instância por Cláudio I.
 
De fato não é fácil erguer uma micronação nova, quem dirá mantê-la a níveis regulares de atividade. Mas não são esses níveis que determinam o que é ou não uma micronação, mas sim o real funcionamento de suas instituições.
 
Reunião tem hoje seus quatro poderes em plena atividade e isso demonstra a qualidade de seus súditos.
 
Alguns pseudo-micronacionalistas acham simplesmente que para se criar uma micronação é extremamente necessário ter um site na internet e partindo deste princípio montam um, o que até parece ser bem simples, para quem conhece o mínimo possível de HTML, ASP, JAVA e outros "bichos" desses.
 
O pior é que se contentam com isso. Uma semana em algumas listas destas é possível perceber que são apenas listas de amigos com algum tipo de afinidade, nada mais. E muitas listas então, nem isso podemos dizer.
 
É chegada a hora de separar o joio do trigo
 
  
Por Filipe Oliveira
 
Era Glacial
 
Nos últimos meses, tornou-se comum a notícia de micronações que fecharam suas listas nacionais a estrangeiros, com o argumento de que precisavam de privacidade para tentar “arrumar a casa”.
 
Também se tornou comum a notícia de governantes “jogando a toalha” e declarando o país extinto ou em hibernação. De um ano para cá, isso aconteceu com mais freqüência do que seria razoável esperar.

Há mesmo uma crise crescente nas entranhas da Lusofonia, então? Difícil dizer o contrário. Sob diversos aspectos, a situação atual se parece pior do que de alguns anos atrás, em quase todos os países.

Não se trata de fato recente, pois essa ameaça de caos completo ou de total inatividade vem sendo prevista por diversos micronacionalistas, apontando como causas, principalmente, a falta de renovação de cidadãos e a fragmentação da lusofonia.

Primeiramente, vamos tentar analisar o grau de extensão dessa tão falada crise geral. O argumento mais óbvio de checar o número de mensagens nas diversas listas nacionais lusófonas, mas em alguns casos esbarraríamos no problema da tese mensagista, de que quantidade de mensagens é tradução literal de atividade.

Então, em vista disso, fizemos uma análise da lista de distribuição Jornaleiro (http://br.groups.yahoo.com/group/jornaleiro), especializada em periódicos e que recusa a publicação de mensagens oficiais ou de debates entre integrantes.

No primeiro semestre deste ano a lista Jornaleiro recebeu 466 mensagens. Um número bem abaixo da média histórica da lista, que sempre foi de mais de 700 mensagens:


1º SEM/01

1º SEM/02

1º SEM/03

1º SEM/04

1º SEM/05

751 mensagens

725 mensagens

729 mensagens

751 mensagens

466 mensagens

Uma vez que o número de publicações em websites e blogs continua muito pequeno, a grande redução (38%) entre o primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período em 2004 seria uma prova cabal da menor atividade de toda a lusofonia.

Mas até que ponto as causas normalmente apontadas são mesmo as responsáveis pela menor atividade verificada este ano nas micronações?

A falta de renovação de cidadãos seria causada pela saída natural de cidadãos antigos, em razão de falta de tempo decorrente de mudanças na sua vida pessoal e profissional macro e também por desânimo ou decepção com problemas micronacionais.

Não se pode incluir nessa conta os cidadãos que nunca foram verdadeiramente ativos, sendo mais espectadores que participantes. A falta de renovação se daria em relação aos chamados “hiperativos”, àqueles que sempre fizeram a diferença nos países por onde passam: atuam na política, escrevem em jornais, participam de debates de toda natureza, incentivam outros a serem ativos.

Realmente não é fácil ser um cidadão assim. É preciso, antes de tudo, um tempo livre diário de duas ou três horas (enquanto que um micronacionalista “normal” precisa apenas de um tempo livre semanal de igual tamanho).

Fora isso, deve ter uma formação cultural mínima que lhe permita navegar entre áreas diferentes que envolvem a organização de uma micronação: direito, administração, sociologia, informática.

Deve, ainda, ter interesse em pesquisar e estudar os fundamentos do micronacionalismo, adquirindo conhecimentos sobre os nove anos pretéritos de lusofonia na internet mas também sobre as outras “fonias” e sobre o micronacionalismo pré-web.

Micronacionalistas assim não nascem de um dia para o outro. É preciso atuar e participar de um país por meses ou anos para atingir um estágio próximo do ideal. 

Aí entra a questão do modismo: ao contrário de “febres” da internet como blogs/fotoblogs, orkut, IRC, o micronacionalismo não é totalmente aprendido e apreendido nos seus primeiros dias. Um potencial cidadão de “primeiro nível” pode simplesmente cansar de um hobby tão exigente e sair de nosso convívio.

Se aceitarmos a tese de que tal renovação não vem ocorrendo ou vem sendo feita em um ritmo mais lento do que o necessário, chegamos ao segundo grande motivo da crise: a fragmentação.

Segundo a definição da Revista Avant-Garde (http://geocities.yahoo.com.br/bcrasnek/avant/gl.htm#fragmentacao), a fragmentação seria a dispersão de esforços e de cidadãos, causando o enfraquecimento geral da Lusofonia.

Em resumo, seria constatar que temos países demais para pessoas de menos.

De fato, quando vemos que existem mais de vinte lusófonas e que grande parte delas se sustenta em 10 ou 15 cidadãos ativos e semi-ativos, podemos dizer que o número de micronações é exagerado.

Será que existem tantas formas diferentes de interpretar e aplicar o micronacionalismo que justifique termos tantos países tão semelhantes? Não se recrimina o direito de um grupo de pessoas criar uma nova micronação, para pôr em prática idéias e conceitos diferentes.

Mas, em uma análise sincera e desprovida de paixão, quantos países realmente são inovadores e originais e quantos são apenas veículo para um grupo de pessoas ter o poder?

Difícil não concluir que uma lusofonia com menos países seria mais forte e teria uma concentração maior de bons cidadãos. Mas na prática não tem sido tão simples ver isso ocorrer, pois a convivência de tantos “caciques” dentro da mesma “tribo” acaba gerando crises e secessões, nem sempre pacíficas.

Independentemente disso, há diversos outros pontos de vista sobre a crise da lusofonia – até mesmo a tese de que não há crise e que estamos apenas passando por um ciclo normal de menor atividade.

Pode-se citar a recusa na fomentação de atividade interna sem finalidade (“provocar brigar” para provocar atividade), a falta de maior integração entre os países e mesmo a inexistência de um objetivo maior ao micronacionalismo, além de ser um fim em si mesmo.

Filipe Oliveira, Lorde Protetor do Sacro Império de Reunião.

FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 25
 
CONFIRA O RESULTADO DA SEGUNDA RODADA DA GRANDE LIGA ENVOLVENDO OS TIMES REUNIÃOS.
 
EC São Paulo 1 x 4 Real Fournaise
AD Saint Benoit 0 x 2 Botafogo Marajoara
Físicos Atômicos – x – Real Izabella FC*
Cannibal FC 0 x 5 Cruzeiro Marajó
I Cavalieri da Norcia 0 x 3 Saint Pierre
EC Futebol de Boteco – x – Mathematik*
SC Capitaux 1 x 0 Super Fournaise
 
* Partidas ainda não haviam sido realizados
 
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004
Contato: alexandre @ reuniao.org
 
 

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!


YAHOO! GROUPS LINKS


[imprensalivre] A Labareda – Edição 033

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda – Edição 033
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, repmariana@yahoogrupos.com.br, 4naise@yahoogrupos.com.br, sainterose@yahoogrupos.com.br, areuniana@yahoogrupos.com.br, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, União <uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br>, voxpress@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com
Cc: vespin@usp.br, mass8@terra.com.br

 
Ano II * Edição nº 033 * 12/07/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
ESTA EDIÇÃO CONTÉM 100kb
 
 
 
AEROPORTO DE CLARABELLA NULL CONGESTIONADO NO FINAL DE SEMANA
 
O aeroporto internacional de Reunião, Clarabella Null, recebeu um grande números de novos imigrantes, todos solicitando a cidadania reuniã.
 
Muitos deles já estão escolhendo suas capitanias/vice-reinos de moradia e contactando os respectivos responsáveis em busca de emprego.
 
A Capital Imperial Saint Denis e as capitanias de Straússia, Conservatória e Fournaise receberam grande parte destes novos súditos.
 
Na contra-mão do micro-mundo, que caminha para um colapso na atividade, as bem organizadas instituições imperiais animam esse movimento de imigração e povoam o Sacro Império de Reunião, em busca de um melhor desenvolvimento pessoal nas atividades políticas e empresariais.
 
Apenas com os poderes constituídos organizados é possível oferecer ocupação para tantas pessoas. Segundo informações extras-oficiais, 42 novos formulários de imigração foram preenchidos e a grande maioria já receberam autorização para entrar no país.
 
Chandon, a principal lista do Império,é onde ocorre a maioria das discussões em Reunião.
 
IIRDE DIVULGA A ATIVIDADE NO MICRO-MUNDO EM DIVERSOS PAÍSES
 
O IIRDE divulgou esta manhã números da atividade em todo o micro-mundo.
 
A atividade confirma as especulações de que "caminhamos para um colapso da atividade ao redor do mundo", afirma Alexandre Carvalho, Diretor do IIRDE.
 
"Existe o problema da atividade cíclica, que funciona como uma montanha-russa, mas desta vez os números são alarmantes. Há ainda indícios de que o ano de 2004 tenha sido extraordinário e que os resultados alcançados naquele ano jamais serão repetidos", finalizou Carvalho.
 
Confira abaixo os números:
MIB (Mensagem interna bruta)
 
Sacro Império de Reunião
Evolução em relação a maio/05: – 42,17%
Evolução referente a junho/04: + 16,26%
Estimativa de crescimento MIB: – 26,91
 

Alto Reino
Evolução em relação a maio/05: –  7,22%
Evolução referente a junho/04: + 42,86%
Estimativa de crescimento MIB: – 32,06%

 
Principado de Sofia
Evolução em relação a maio/05: + 7,20%
Evolução referente a junho/04: N/D
Estimativa de crescimento MIB: N/D
 
Reino Unido dos Açores
Evolução em relação a maio/05: – 44,83%
Evolução referente a junho/04: N/D
Estimativa de crescimento MIB: N/D
 
Andorra Imperial
Evolução em relação a maio/05: +44,77%
Evolução referente a junho/04: -38,10%
Estimativa de crescimento MIB: -60,86%
 
República de Porto Claro
Evolução em relação a maio/05: +33,97%
Evolução referente a junho/04: +16,92%
Estimativa de crescimento MIB: -32,05%
 
Reino da Normandia
Evolução em relação a maio/05: + 4,58%
Evolução referente a junho/04: +18,80%
Estimativa de crescimento MIB: – 1,97%
 
Califado Malê do Brasil
Evolução em relação a maio/05: + 22,34%
Evolução referente a junho/04: +199,16%
Estimativa de crescimento MIB: –  4,43
 
República de Mallorca
Evolução em relação a maio/05: -54,52%
Evolução referente a junho/04: -76,65%
Estimativa de crescimento MIB: -42,19%
 

República de Orange
Evolução em relação a maio/05: +30,87%
Evolução referente a junho/04: -60,57%
Estimativa de crescimento MIB: -42,41%
 
Reino Unido de Portugal e Algarves
Evolução em relação a maio/05: – 2,10%
Evolução referente a junho/04: N/D 
Estimativa de crescimento MIB: N/D
 

Comunidade Livre de Pasárgada

Evolução em relação a maio/05: -12,88%
Evolução referente a junho/04: -72,12%
Estimativa de crescimento MIB: -45,22
 
Reino Unido de Pathros
Evolução em relação a maio/05: +63,57%
Evolução referente a junho/04: +90,40%
Estimativa de crescimento MIB: +37,82%
 
Reino Teocentrista de Valquiria
Evolução em relação a maio/05: +266,67%
Evolução referente a junho/04: – 95,04%
Estimativa de crescimento MIB: – 86,85%
 
Não perca na próxima edição analise detalhada do números apresentado.
 
CONFEDERAÇÃO IMPERIAL DE ADVGADOS REALIZARÁ ELEIÇÕES PARA PRESIDÊNCIA
 
O atual presidente da CIA estará realizando eleições para a presidência da CIA, órgão que regulamenta a advocacia em Reunião.
 
Todos os advogados tem que estar inscritos na CIA para poder trabalhar no Sacro Império de Reunião.
 
Como não poderia deixar de ser, a eleição também será disputada e marcada por muito bate-boca, já que os dois candidatos são eternos desafetos e discussões marcam a participação de ambos nas praças públicas de Reunião.
 
Rodrigo Thedin e Rodrigo Rocha vão disputar o pleito.
 
Como também não poderia deixar de acontecer, o advogado Luiz O. Azambuja, que apesar de ser Reunião não está inscrito em Chandon (a principal lista do Império) pediu de última hora para ser incluído e ter direito a voto. Sem participar da principal lista do Império fica mesmo difícil saber de alguma coisa sobre o Sacro Império de Reunião.
 
Recluso no Vice-Reino de Mariana, fica até mesmo difícil atuar como advogado ou qualquer outra atividade, já que dificilmente fica sabendo o que está acontecendo. 
 
 
 
 
 
Entrevista com o Chanceler de Porto Claro Rodolfo Alvarellos.
 
A Labareda: Qual a situação atual em relação ao domínio de Porto Claro, que é de propriedade de Cláudio de Castro, Imperador do Sacro Império de Reunião?
 
Rodolfo Alvarelos: Atualmente a chancelaria portoclarense está em fase negociações com o Sacro Império de Reunião na intenção de que as duas micronações possam chegar a um entendimento sobre a utilização por parte de Porto Claro do domínio www.portoclaro.org que a alguns anos está em poder do Imperador Reunião. Acho importante ressaltar as negociações para se chegar a tal acordo estão sendo levado a cabo pois este domínio é um dos domínios históricos de nossa micronação, em termos de infra-estrura. Porto Claro atualmente está de posse de domínios com as extensões mais populares da internet que são o www.portoclaro.com.br (que é o nosso principal), www.portoclaro.com e www.portoclaro.net , ou seja, estamos muito bem servidos neste aspecto, mas pelo fato do .org ter sido nosso primeiro domínio é de muito interesse que possamos usufruir mais uma vez dele.
 
AL: Recentemente foi encaminhando um acordo sobre o uso do domínio em favor de Porto Claro? Há discussão interna sobre esse acordo?
 
RA:Os contatos entre Porto Claro e Reunião sobre a utilização do domínio .org já vem se desenrolando a mais de dois meses, sendo que num primeiro momento os contatos foram de caráter mais pessoal, passando depois para uma proposta que nossa micronação fez à Reunião. Recentemente recebemos uma resposta da chancelaria reuniã e atualmente estamos elaborando a oferta final da chancelaria portoclarense. Esperamos que dentro de pouco já tenhamos uma posição final sobre este "imbróglio" que tantas discussões ocasionou dentro de Porto Claro, não só nas esferas governamentais, mas de uma forma geral em toda micronação através de discussões bem acaloradas em nossa lista nacional.
 
AL: As autoridades de Porto Claro não estariam exagerando no sentido de se cobrar algo a nível micro quando na realidade o problema e macro e real. O domínio é de Cláudio de Castro e não do Sacro Império de Reunião. Vocês tem plena consciência disso?
 
RA: Essa é a posição do governo portoclarense e em virtude disso estamos tratando de conduzir as negociações  da melhor maneira possível, só que Porto Claro é muito maior que seu governo e de certa forma uma parcela de nossa população não vê essa questão a partir desse ponto de vista. Como fomos eleitos para representar a micronação de uma forma geral, e não apenas A ou B, nossa posição é tentar de alguma forma trazer uma solução para este problema que na medida do possível cumpra os anseios portoclarense de uma forma ampla e que não só o Cláudio de Castro mas como todo o povo Reunião se sintam também bem cômodos em relação à possível solução que possa ser tomada.
 
AL: Considerando que Porto Claro poderá usufruir do domínio sem nenhum pagamento, qual o motivo da demora em se assinar o referido contrato.
 
RA: Em realidade a questão financeira não foi nenhum empecilho pois uma das primeiras abordagens por parte de Porto Claro junto ao Imperador Cláudio foi exatamente no intuito de comprar esse domínio, proposta esta que não teve respaldo por parte do mesmo. Atualmente o que está tomando mais tempo são alguns detalhes de caráter técnico, mais especificamente de como se dará a utilização por parte de Porto Claro deste domínio, bem como seu conteúdo e a contra-partida que Reunião terá em virtude da cessão do mesmo para nossa utilização.
 
AL: Haveria alguma proposta financeira para adquirir o domínio em favor da República de Porto Claro?
 
RA: Como mencionado na questão anterior a nossa idéia inicial seria a aquisição de tal domínio o que não se concretizou.
 
AL: Como é custeado atualmente a manutenção do site de Porto Claro? 
 
RA: Atualmente todos os domínios e servidores que estão à disposição da República de Porto Claro foram pagos diretamente por minha pessoa, mas a praxe é que se realize o que historicamente ficou conhecido como a "Vaca Nacional" onde os custos de manutenção são rateados entre os cidadãos que se dispuserem a contribuir financeiramente para mesmo.
 
AL: Suas considerações finais.
 
RA: Antes de mais nada gostaria de agradecer pelo espaço cedido pela A Laberada para esclarecer à toda a comunidade micronacional o andamento das negociações entre Reunião e Porto Claro sobre a questão do domínio www.portoclaro.org , pois no momento em que o mesmo voltou a voga muitos micronacionalistas que não estão muito familiarizados com a história da lusofonia de uma forma geral se surpreenderam em virtude de não terem o conhecimento que a posse do referido domínio está nas mãos do Imperador Reunião a muitos anos.
 
 
 
FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 24
 
 
COMEÇA A GRANDE LIGA. TORNEIO SERÁ DISPUTADO ÀS SEGUNDAS E SEXTAS-FEIRAS
 
Começou hoje a Grande Liga, com a participação de 12 equipes reuniã.Confira os resultados das equipes reuniãs:
 
EC São Paulo 0 x 7 Sport União – Algarves
Super Fournaise 0 x 0 Real Fournaise
Físicos Atômicos 0 x 0 AD Saint Benoit
Real Izabella 0 x 2 Cogumelos Comestíveis
I Cavalieri 1 x 3 Cannibal FC
SE Saint Pierri 4 x 2 Comunitária FC
EC Futebol de Boteco 2 x 0 Real União Coimbra
Mathematik Drabowski 0 x 1 SC Capitaux
 
 

LIGA REUNIÃ DE FUTEBOL

 A LRF vem convidar todos os cidadãos interessados a criarem suas equipes e participarem da mais bem sucedida atividade intermicronacional existente: o Futebol Virtual.

 Você deve se perguntar:

O que é o futebol virtual? Como é jogado? Como funciona?

Se você já jogou Elifoot ou Championship Manager vai entender facilmente como funciona.

Para quem não conhece, não se desespere!

Você é técnico e administrador ao mesmo tempo. Deve montar o seu time, fazer substituições, alterar táticas, realizar treinamentos, expandir seu estádio, negociar jogadores.

O jogo é simulado, ou seja, utiliza-se de um programa que simula o jogo de acordo com as características dos times.

Este programa é feito em ASP, por isso, a simulação acontece em momento real, online.

Dê uma olhada em www.estadium.cjb.net , principalmente na seção “Páginas Externas”, que possui material bastante esclarecedor, bem como o formulário de inscrição, o qual aconselhamos que seja preenchido somente após conversa com alguém que já participe.

Para saber mais, entre em contato com Fabio Trigo ( ftrigo@cruiser.com.br – MSN: fabio.trigo@gmail.com ) e/ou Alexandre Carvalho ( adcarva@usp.br – MSN: aduca001@hotmail.com ) e venha logo participar dessa diversão !

 PRÓXIMO CAMPEONATO: Ainda em elaboração.

 
 
 
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004
 
 

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

SPONSORED LINKS
Entertainment Lista


YAHOO! GROUPS LINKS


[imprensalivre] A Labareda * Edição 032

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 032
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, areuniana@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com, voxpress@yahoogrupos.com.br, União <uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br>, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, Fournaise <4naise@yahoogrupos.com.br>, sainterose@yahoogrupos.com.br
Cc: vespin@usp.br, mass8@terra.com.br

 
Ano II * Edição nº 032 * 08/07/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
ESTA EDIÇÃO CONTÉM 85Kb
 
 
O Editorial de hoje será uma massagem para o ego do editor.
 
Abaixo, algumas considerações em favor deste humilde jornalista.
 
"…um dos mais competentes e engajados súditos deste Império."
 
"Como jornalista, é um homem notável; com empresário, vanguardista, como administrador, um realizador, e como político, alguém que o povo Reunião conhece e, tenho certeza, aprecia."
 
Tudo isso reflete o verdadeiro amor que tenho pelo sacro Império de Reunião e extremo orgulho de ser um reunião-nato.
 
 
FLAVIUS VON RAINER, CIDADÃO DE REUNIÃO, PEDE ASILIO NO SACRO REINO DE PATHROS
 
O cidadão reunião Flavius Von Rainer solicitou e recebeu asilo por parte do Sacro Reino de Pathros.
 
A nota do Rei de Pathros não explica os motivos da concessão e a Chancelaria reuniã desconhece a situação.
 
A LABAREDA VOLTA A CIRCULAR EM CHANDON
 
O Editor do A Labareda decidiu liberar a circulação do periódicona lista pública principal de Reunião, o Chandon.
 
Os principais motivos foram a otimização das imagens que diminuiram consideravelmente o tamanho do periódico e um pedido especial do Imperador.
 
A Labareda inclusive está informando a quantidade de kb do periódico ao sair das rotativas.
 
 
MARINA MELILLO,PREMIER DO IMPÉRIO, CONCEDE ENTREVISTA PARA A LABAREDA E FALA DA EXPECTATIVA PARA SEU GOVERNO.
 
A Labareda: Qual a expectativa de seu governo?
 
Marina Melillo: Ao contrário do que alguns jornalistas mal-informados andaram dizendo, o nosso governo nunca se propôs a ser o marco de uma transformação imediata e radical na estrutura de poder do Império. As nossas propostas são de construção de uma Reunião melhor, partindo sempre das características que já são tradicionais no país. Não queremos rupturas, queremos aprimoramento e estabilidade. Reunião já é um fenômeno, mas todo mundo sabe que até as coisas fenomenais podem ficar melhores. É só trabalhar com vontade e promover a união.
 
AL:Qual a real situação em que VEI encontrou o executivo?

 
MM: O Executivo estava organizado, porém levemente paralizado. Mas não acho que isso seja culpa do ex-Premier. A culpa por essa paralização é em parte do grupo político que o cercava. Por outro lado também acho que a ausência de metas firmes pode ter atrapalhado. Em todo caso, a gestão anterior cumpriu bem a sua missão, que era dar o primeiro passo na reorganização do caos em que se encontrava o Poder Executivo. A catalogação histórica e a padronização dos Atos do Premier, por exemplo, representaram uma revolução muito positiva. A paralização a que me referi é aquele momento crítico do governo, quando metade das pessoas começa a "forçar a barra" para encontrar o que fazer, e a outra metade simplesmente não faz nada: formulários acumulando na imigração, a integração completamente inativa, esse tipo de coisa. No meu governo eu tomei todas as precauções possíveis para que isso não aconteça.
 
 

AL: Imigração e Integração é o maior problema do executivo? Quais seus projetos para essas duas áreas?

 
MM: Não acho que a Imigração e a Integração sejam problemas, contanto que se encontre as pessoas certas para cada função. São dois pontos estratégicos fundamentais. Enquanto houver gente nova chegando, haverá mais interação social; enquanto houver mais interação social, haverá mais novidades; enquanto houver mais novidades, haverá mais interesse; e enquanto houver mais interesse, haverá mais ATIVIDADE PRODUTIVA. É uma cadeia cíclica, e nela nós investiremos pesado.
 
AL: Apesar do discurso de "governo de coalizão", apenas membros da coligação Pacso-Microsoc foram agraciados com ministérios? Nem mesmo a Unida foi contemplada? Como explica isso?

 
MM: Eu não falei de coalização esquerda-direita, ao contrário, eu propus abandonarmos temporariamente esses rótulos. A coalizão que eu me referia é uma coalização nacional, que congregue todos os setores da sociedade em torno de um só pensamento: ajudar o governo a construir uma Reunião mais pacífica e ainda mais interessante sob o ponto de vista do hobby micronacional. Se conseguirmos isso, Reunião se estabelecerá definitivamente como a maior e melhor micronação do mundo. É fato que já somos os maiores e melhores, mas falta apenas a demonstração definitiva de que esse posto pertence somente a nós, e não estamos tão distantes desse objetivo.
 
AL: Acreditamos que a atualização das páginas também necessitam de grande esforço e dedicação. Como pretende manter atualizada a página do executivo?

 
MM: Para isso eu nomeei uma pessoa esforçada e competente para o Ministério da Infra-estrutura, que é o Ministro Fernando Barroso. A página do Executivo já está totalmente atualizada e funcionando. Aproveito para convidar a todos para conhecê-la em http://www.reuniao.org/executive.
 
AL: Suas considerações finais.

 

MM: Gostaria de pedir que os reclamões e críticos fora de hora reflitam sobre suas intenções, e se juntem a nós no esforço de construirmos um lugar repleto de boas novidades, de respeito e de tranqüilidade social. Aproveito também apara agradecer à Labareda pela oportunidade, e me colocar à disposição de todos os súditos através de e-mail ou MSN.

 
 

Das Agências Internacionais
 
JORGE GUERREIRO É NOMEADO REGENTE DA COROA DO REINO UNIDO DE PORTUGAL E ALGARVES
 
O Rei Dom Felipe IV, de Portugal e Algarves nomeou na última quarta-feira Dom Jorge D'Almeida Guerreira Quinta-Nova para regente da Coroa de Portugal.
 
A nomeação é por tempo indeterminado e os motivos alegados são de cunho macronacional.
 
Procurado para comentar a nomeação de Jorge Guerreiro, o Chanceler Imperial Alexandre Carvalho não foi encontrado, mas a assessoria de imprensa informou que as relações entre os dois são boas e isso pode ajudar na relação entre as duas micro-nações.
 
O Chanceler Carvalho estaria negociando a abertura de uma embaixada em Portugal. O nome do Embaixador ainda não foi escolhido.
 
PATHROS E PASARGADA SE APROXIMAM
 
Em nota emitida pelo chanceler de Pasárgada, Bruno Cava, a aproximação vem reconhecer a existência de interesses convergentes e o estabelecimento de um estado de paz e cooperação.
 
O documento denominado de Protocolo de Entendimento afirma o reconhecimento mútuo entre as micro-nações, a resolução dos conflitos e discordância de forma pacífica e diplomática.
 
Foi estipulado um prazo de 30 dias para a realização de missões diplomáticas entre os dois paises onde os interesses serão reforçados na elaboração de um Tratado de Cooperação.
 
ESPAÇO PUBLICITÁRIO
 
 
ESPAÇO PUBLICITÁRIO
 
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004
 
 
 

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!


YAHOO! GROUPS LINKS


[imprensalivre] A Labareda * Edição 031

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 031
To: areuniana@yahoogrupos.com.br, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, União <uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br>, voxpress@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com, repmariana@yahoogrupos.com.br, Fournaise <4naise@yahoogrupos.com.br>, sainterose@yahoogrupos.com.br
Cc: vespin@usp.br, mass@usp.br

   

 
Ano II * Edição nº 031 * 04/07/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
ESTA EDIÇÃO CONTÉM 54Kb
 
 
MARINA MELILLO DISCURSA NA POSSE E NOMEIA MINISTÉRIOS.
 
Após ser empossada, a nova premier de Reunião discursou na APQ dizendo que seu governo será marcado pela pluralidade e pelo diálogo com a sociedade, chamando a todos para participar de um governo de coalização, tentando afastar a já famosa "rivalidade" esquerda-direita.
 
Contrariamente ao discurso de Melillo, o pacsista André Giserman informou em seu periódico que os ministérios serão ocupados por membros da coalização vencedora.
 
como primeiro ato como Premier, Marina Melillo expediu medida ordinária nomeando os ministros de seu governo. Confira a lista:
Fernand Von Friedenburg (Cultura), Laucimar da Cunha(Defesa), Bruno Massera (Casa Civil), André Pfeiffer(Imigração), Rodrigo Thedin(Interior), Danilo Greespan (Integração), Bernardo Alcade (Desenvolvimento Social), Fernando Barroso (Infra-estrutura).
 
Todos os ministros pertencem a base aliada. Bernardo Alcade foi o único remanescente da administração do ex-premier Alexandre Carvalho, passando da infra-estrutura para o Desenvolvimento Social.
 
A ausência de nomeação para a Relações Internacionais sinaliza que a pasta será unida a Casa Civil, sob o comando do ministro Massera, segundo prevê a lei 084, dos ministérios.
 
O único nome de fora da coalização cogitado já foi descartado pelo governo Melillo.
 
FEDERAÇÃO DE MICRONAÇÕES GANHA FORÇA NO EXTERIOR E PERDE "EM CASA".
 
A Federação de Micro-nações segue ganhando adeptos ao redor do micro-mundo, com simulações positivas por parte de Kelterspruf, Siena, Alto Reino, Andorra Imperial e outras.
 
Algumas micro-nações ainda não fizeram contatos mas continuarão a ser assediadas para que mandem seus representantes.
 
O mesmo sucesso não está sendo conseguido no país de seu idealizador, o que causou grande mal estar ao Chanceler Alexandre Carvalho.
 
O fato de não ser uma novidade no micro-mundo e que a falta de uma estrutura pré-definida teria desapontado a Coroa Reuniã fez com que os passos dados pela Federação teria sido em vão.
 
Comenta-se nas ruas de Saint Denis, a capital do Sacro Império de Reunião que o Chanceler já teria colocado o cargo a disposição pelos motivos acima alegado.
 
A assessoria de imprensa do Chanceler nega que o mesmo esteja demissionário.
 
 
Do enviado especial a Pasárgada
 
COMUNIDADE LIVRE DE PASÁRGADA EMITE NOTA SOBRE A SITUAÇÃO EM AVALON
 
O Chanceler Bruno Cava, da Comunidade Livre de Pasárgada emitiu nota referente a situação da Nação Independente de Avalon.
 
Segundo a nota não há mais atividade produtiva em Avalon, e após inúmeros contatos com antigas autoridades, nada foi conseguido. Os poucos cidadãos ativos de Avalon agora trabalham por Pasárgada.
 
Parece que só que restou de Avalon teria sido o "patrimônio histórico-cultural da Lusofonia que não tem mais vida ativa, vivendo na memória dos que lá participaram ou conviveram", exemplifica Cava
 
Pasárgada declarou estado de dormência de Avalon e denunciou formalmente o "Tratado de Constituição da Comunidade Lusófona, nos termos do próprio, aplicando-se a cláusula de remoção de Pasárgada do empreendimento em 120 dias", ainda segundo a nota de Cava.
 
A grande preocupação do chanceler Bruno Cava é que Avalon venha a se tornar um protetorado de alguma outra micro-nação, fato que não será reconhecido enquanto perdurar o estado de dormência e rechaçado por Pasárgada caso ocorra algo parecido. O próximo passo seria a decretação de extinção da referida micro-nação, pois Pasárgada não teria intenção de "manter o estado de dormência ad infinitum" , finaliza Cava.
 
 
  

Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
NÃO CIRCULA EM CHANDON
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!


YAHOO! GROUPS LINKS


[imprensalivre] A Labareda * Edição 030

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 030
To: repmariana@yahoogrupos.com.br, areuniana@yahoogrupos.com.br, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, União <uniaoperiodicos@yahoogrupos.com.br>, voxpress@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com, 4naise@yahoogrupos.com.br, sainterose@yahoogrupos.com.br
Cc: vespin@usp.br, mass8@terra.com.br

 
Ano II * Edição nº 030 * 01/07/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
ESTA EDIÇÃO CONTÉM 61Kb
 
 
 
MARINA MELILLO É ELEITA PREMIER DO SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
A candidata do Pacso superou o Arenista Marcos Valle na corrida ao Palácio Magistral.
 
Melillo conseguiu 6 votos, entre eles 1 voto do PSD, único partido a anunciar apoio ao candidato Valle. Os qualícatos da Arena não participaram da escolha, optando pela abstenção, que motivou de imediato a saída de Marcos Valle da Arena e pedido de entrada no PIGD.
 
Valle deverá perder a cadeira de conselheiro pois, aprovada pelo próprio ECIE, a lei de fidelidade partidária definiu que ao sair de um partido há necessidade de se esperar por 30 dias para ingressar em outra agremiação política.
 
O resultado da eleição, em especial a atitude dos qualícatos da Arena, devem desencadear uma crise no partido, com boatos de renúncia de qualícatos e que novos membros poderão sair nos próximos dias.
 
O ministro do interior, Luciano Trindade, foi o primeiro a colocar o cargo a disposição de Marina Melillo. Trindade ocupava o cargo desde a ascensão do Premier Carvalho.
 
O Marquês de Vital Brazil, Carlos Fraga, ocupará a cadeira de Melillo no ECIE.
 
REPORTER DO A LABAREDA CONSEGUE TRECHOS DA NOTA DA ARENA QUE SERÁ ENVIADA A CHANDON
 
Um correspondente do A Labareda, que não quis se identificar, conseguiu com exclusividade trechos que uma nota da Aliança Reedificadora Nacional (ARENA) que será enviada em chandon ainda hoje que trata da eleição para Premier.
 
No texto, assinado por Alexandre Carvalho, afirma-se que a Arena recusa o pedido de saída de Marcos Valle, isenta o Diretor-Presidente da APQ, Daniel Bojczuk de responsabilidade de não votar em Valle na eleição para o magistral e ainda teria assumido a culpa pela derrota de Valle e que renunciará ao cargo de qualícato e sairá da Arena.
 
Ainda segundo o repórter, Alexandre Carvalho teria dito que "quem tem que sair do partido é quem está prejudicando e não quem foi prejudicado".
 
 
FEDERAÇÃO DE MICRONAÇÕES COMEÇA A GANHAR FORMA.
 
A Federação de Micro-nações, idealizada pelo Reunião Alexandre Carvalho começa a ser divulgada ao redor do micro-mundo.
 
Bervania, Kelterspruf, Normandia. Nova Brownsea, Nova Roma, Orange, Pathros, Pasárgada, Porto Claro e Portugal e Algarves já foram convidados oficialmente a participar da Federação indicando um representante cada.
 
Apenas Kelterspruf indicou seu representante, o micronacionalista Igor Mc Cord anunciou recentemente que participará da Federação, que será um organismo intermicro-nacional.
 
As demais micro-nações ainda não se manifestaram acerca do convite e das mensagens de Alexandre Carvalho.
 
O Reino Teocentrista de Valquíria foi a única micro-nação que recusou o pedido de visto de Carvalho, alegando não mais ter relações internacionais, pois as mesmas em nada acrescentariam no dia-a-dia daquela micro-nação. Mesmo assim foram convidadas a indicar representantes, o que também recusaram-se a fazer.
 
Alto Reino, Califado Malê do Brasil, Principado de Sofia, Mallorca, Andorra Imperial e Siena foram convidadas nesta quinta-feira.
 
Açores, Marajó, Hibérnia, Sicilia ,RDS e Campos Bastos ainda não se pronunciaram a respeito do pedido de visto de Alexandre Carvalho. Acredita-se que o fato do pedido estar sendo feito por Carvalho, na qualidade de Chanceler do Sacro Império de Reunião, esteja dificultando o trabalho de divulgação da Federação.
 
"A Federação é uma organização do micro-mundo, e não de Reunião", afirmou o chanceler Alexandre Carvalho.
 
EM RESPEITO AOS MICRONACIONALISTAS, A LABAREDA OTIMIZA IMAGENS DO PERIÓDICO
 
Depois da falha que gerou um periódico com mais de 800kb, a direção do A Labareda trabalhou com o intuito de otimizar e diminuir o tamanho de suas imagens, mostrando claramente o desejo do presidente do grupo em respeitar as leis vigentes, independente se estas são ou não ultrapassadas.
 
Se forem usadas todas as imagens do A Labareda, a edição ficaria com 139kb (apenas imagens). Após a otimização, o "peso" do jornal ficou em 57kb, uma redução de 59%.
 
A edição 28 continha 252kb; a edição 29, já com as novas imagens, alcançou 118kb.
 
Perguntado sobre a lei que proíbe periódicos maiores do que 100kb em CHANDON (principal lista pública de Reunião), o presidente do Grupo IIRDE, conglomerado que controla A Labareda, A Labareda On-line e A Labareda Esportiva, informou que pedirá aos qualícatos que proponham a alteração da lei para pelo menos 300kb. "Mesmo se atingirmos a marca dos 100kb, não voltaremos a circular em chandon, por enquanto", finalizou Carvalho.
 
MICRO-MUNDO CAMINHA PARA UM COLAPSO, AFIRMA IIRDE
 
Técnicos do IIRDE divulgaram nesta semana que os estudos dos números das mensagens no período de um ano mostram um princípio de colapso para o micro-mundo.
 
A afirmação de que os picos de sobe-desce das mensagens seriam cíclicas devem cair por terra em agosto, quando o IIRDE deverá divulgar mais e surpreendentes números da atividade em diversas micro-nações.
 
O principal problema diagnosticado pelo instituto seria o mensagismo (sinônimo de mensagens sem resultado prático), populações superestimadas e a falta de tempo para o MN.
 

Do correspondente no Principado de Sofia, Leonardo Reis (A Folha de Sofia)
 
PRÍNCIPE MONARCA ANUNCIA QUE RENUNCIARÁ
 
Na última sexta-feira, em comunicado oficial, o Príncipe-Monarca do Principado de Sofia, SAR Casagrande I, anunciou em tom virtualista que está às portas da morte, e que aguarda a escolha de um sucessor para que deixe o trono
 
Apesar de esperada há cerca de dois meses, a abdicação de Casagrande gerou grande comoção entre os sofistas, que se dividiram entre os que enalteciam seu trabalho e os que viam armação política por de trás da renúncia que só ocorreu após seu irmão, SG Fernando Ricardo Delli, vencer SA Paulo Martins no Conselho Real de Nobres, e se tornar Lorde-Maior e Regente do país, conforme destacou a parlamentar Walesca Fernandes Dias (PRS/NQ).
 
O Parlamento Nacional, por ordem de SG Aline Adamatti Paris (PLS/NQ), presidente da Casa, bloqueou a Ordem do Dia que estava em debate, e abriu prazo para apresentação dos nomes dos postulantes a príncipe. Recusando a proposta de SA Manoel Augusto Schell de Ribas Freitas Alves (PR/Apuelo), de se fazer referendo da decisão do Parlamento, com a população, Paris passou a discutir com o Governador de Nouvelle Québec, SG Leonardo Reis, defensor de que a escolha do monarca passe pelas mãos do povo. O clima esfriou e as discussões cessaram.
  
 

Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
NÃO CIRCULA EM CHANDON
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

   
 

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!


YAHOO! GROUPS LINKS