[jornaleiro] A Labareda * Edição 049

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [jornaleiro] A Labareda * Edição 049
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, Fournaise <4naise@yahoogroups.com>, Areuniana <areuniana@yahoogroups.com>, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, União <uniaoperiodicos@yahoogroups.com>, voxpress@yahoogroups.com, imprensalivre@yahoogroups.com

 
Ano II * Edição nº 049 * 31/08/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
FRAGMENTAÇÃO E OBEJTIVOS DA MICROCON
 
Mais uma vez a comunidade intermicronacional assiste a declaração de independência de um "cantão" desses que existem por ai.
 
Mas Sloborskaia não é um cantão qualquer. Tem história, mas terá futuro? Será que a solução seria mesmo a independência da Comunidade Livre de Pasargada. Mas porque e para que?
 
O pior é ver o micronacionalismo marcando datas para o fim de uma ou de outra.
 
É necessário um trabalho sério e comprometido para ajudar o micronacionalismo a enfrentar a fragmentação. Seria interessante que a "nata" do micro-mundo pudesse estar reunida em um só lugar buscando essas e outras soluções.
 
Seria esse lugar uma micronação? Não, seria a MICROCON. 
 
 
ASSEMBLÉIA MARIANA RECEBE NOVOS DEPUTADOS. LEGISLATURA PROMETE
 
A Assembléia Legislativa de Mariana apresentou seu quadro de deputados para o próximo mandato.
 
Filipe Sales e Luiz Azambuja (UNIDA), Raphael Garcia (MICROSOC), Alexandro Tarquino (ARENA) e Rodrigo Rocha (PSD) ocuparão as cadeiras do parlamento mariano.
 
A cadeira do PSD ainda está sub-judice.
 
A posse será amanhã, 1º de setembro, no Plenário da Assembléia Nacional Mariana.
 
APÓS REPROVADA A EXTINÇÃO, VICE-REINO DE MAURITIUS TEM NOVO VICE-REI
 
Após ter sido reprovada no ECIE a extinção do Vice-Reino de Mauritius, o Palácio Imperial de Saint-Denis nomeou novo vice-rei para o "abandonado" vice-reino.
 
Em O.G.O. publicada por volta das 13 horas, o Imperador Cláudio I nomeou o Marquês Leonardo de Figueiredo Magalhães.
 
Magalhães era o representante do poder moderador no ECIE, e não ficou claro se seria mantido no cargo.
 
O novo vice-rei ficou marcado por ter sido eleito para o cargo de Premier numa das eleições mais disputadas da história do Sacro Império de Reunião, que só se resolveu após duas votações na APQ e uma no ECIE.Sem aviso prévio, o Marquês Figueiredo Magalhães abandonou o cargo e perdeu o mandato.
 
Será a segunda tentativa de reativar o vice-reino este ano; a primeira, com André Pfeiffer, não funcionou.
 
A LABAREDA APRESENTA LOGO DA CAMPANHA PARA ABERTURA DASLISTAS NACIONAIS
 
O periódico A Labareda apresentou esta manhã o logo da campanha que busca a abertura, por parte das micronações, da lista nacional.
 
Segundo o criador do logo, Charles Goldstein, "a abertura das listas mostra o desejo e a vontade das micronações estarem mais próximas, como uma família".
 
 
 
 
Atualmente, apenas CHANDON, do Sacro Império de Reunião é aberta para que qualquer micronacionalista ou visitante.
 
CONFEDERAÇÃO IMPERIAL DE ADVOGADOS ABRE CONCURSO PÚBLICO PARA ADVOGADOS
 
O presidente da CIA, Rodrigo Rocha, abriu concurso público para provimento de cargos de advogados para exercerem a função no âmbito do Sacro Império de Reunião.
 
As inscrições deverão ser feitas entre 30/08 e 03/09, com mensagem encaminhada para CHANDON.
 
As provas serão realizadas no período de 04 a 07/09 e o resultado previsto para divulgação em 10/09. 
 
 
 
Da Agência Reuniana de Notícias – ARN
por Filipe Oliveira
 
PASARGADA CONVIDA SLOK PARA DIÁLOGO
 
O governo de Pasárgada, em mensagem oficial enviada pelo Vice-Chanceler Henrique Rabelo, convida as autoridades do Cantão secessionista de Sloborskaia para discutir a independência declarada hoje pela manhã.

Na mensagem, o Vice-Chanceler afirma que Pasárgada "entende como fútil a tentativa de negar ou suprimir um movimento secessionista como o daqueles que querem retornar Sloborskaia a seu status original de república independente" e, apesar de dizer que o país foi pego de surpresa, alega entender terem ocorrido "momentos de tormenta" entre a Comunidade e o Cantão.

Ao final, Rabelo convida os líderes do movimento de independência para discutir a separação em termos amigáveis, afirmando que se for mesmo esta a intenção dos sloborskaio,
"trabalhemos para que esta seja feita da melhor forma possível, abrangendo todos os trâmites da legalidade e mecanismos democráticos".

A mensagem pode ser lida na íntegra em nossa lista distribuidora

 
 
ESTADIUM, MANAGERZONE, HATTRICK, ESCOLHA O SEU!
 

Um detalhe importantíssimo: o E-stadium não monopoliza o futebol micro-nacional. Ao contrário de monopólios tradicionais, não há nem nunca houve de minha parte qualquer movimentação no sentido de limitar ou restringir as opções dos micronacionalistas. Pelo contrário, eu repito seguidamente que há varias outras opções, como Hattrick a Fantasy Soccer, não só para os insatisfeitos (que podem se mudar para lá) como também para os ociosos (que podem manter times em mais de um sistema). Se a imensa maioria dos micronacionalistas utiliza o E-stadium para praticar futebol virtual, é por livre escolha deles, uma escolha feita e repetida a cada dia.
 
Rafael Figueira, Pasargda, por email

 
SISTEMAS ECONÔMICOS E GERAÇÃO DE MOEDA
 

É impressionante. O editor se supera a cada edição ou nota publicada sobre o caso… Será que ele ainda não entendeu que o problema não foi com o periódico (que fez o trabalho dele – alias até agora eu não entendi o pq da nota), mas sim com a falta de comprometimento dos representantes sofistas para com a população? Se a população sofista não sabia de nada sobre o ocorrido, inclusive os próprios representantes deram informações desencontradas sobre  (1º foi a Marissol, depois o Manoel), não é culpa do jornal que divulgou,  mas sim da ausência de divulgação interna… Será que é melhor desenhar? Depois ainda vem falar de seriedade… Aff…
 
Waleska F. Habermas, Principado de Sofia, por email
 

 

 
 
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Correspondente em Siena: Carlos Côrrea
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

                 Jornaleiro - Uma Lista Independente

                          Desde 2 de outubro de 1998 com você

Yahoo! Grupos, um serviço oferecido por:
PUBLICIDADE


Links do Yahoo! Grupos

[imprensalivre] A Labareda * Edição 048

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 048
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, Fournaise <4naise@yahoogroups.com>, Areuniana <areuniana@yahoogroups.com>, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogroups.com>, União <uniaoperiodicos@yahoogroups.com>, voxpress@yahoogroups.com, imprensalivre@yahoogroups.com

 
Ano II * Edição nº 048 * 30/08/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
INDEPENDÊNCIA DO SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
Comemorou-se no ultimo domingo, 28/08, a independência do Sacro Império de Reunião.
 
As comemorações foram modestas, talvez e principalmente pelo momento de atividade reduzida em nossa principal lista pública, o CHANDON.
 
Essa redução não é exclusividade de Reunião, mas em toda a lusofonia a atividade vem caindo. Reflexo da atividade cíclica? Não acreditamos nisso, não desta vez. Preferimos pregar o quem vem sendo chamado de "o colapso do micro-mundo".
 
 
APQ TEM NOVO DIRETOR-PRESIDENTE
 
Jorge Adamatti é o novo diretor-presidente da Assembléia Popular de Qualícatos (APQ) em substituição a Daniel Bojczuk, que renunciou, mas continua como qualícato.
 
Adamatti realizou nova chamada aos qualícatos que efetivamente confirmaram participação e deverá em breve liberar a pauta de discussão e votação que ainda conta com projetos do ex-premier Alexandre Carvalho.
 
A LABAREDA CRIA SEÇÃO DE CARTAS
 
Preocupado, acima de tudo, com a satisfação de seus leitores, o Editor do A Labareda anunciou que criará a seção de Cartas dos leitores no periódico.
 
A iniciativa dará o leitor condições de expressar suas opiniões acerca das reportagens veiculadas no periódico.
 
As cartas poderão ser publicadas na integra ou resumidas. Duas cartas já se encontram na redação e deverão ser publicadas em breve.
 
Os interessados poderão encaminhar suas cartas, clicando aqui: Carta dos Leitores
 
CAMPANHA PARA ABERTURA DE LISTAS NACIONAIS GANHA ADEPTOS
 
A campanha promovida pelo A Labareda pela abertura das listas nacionais recebeu apoio já no primeiro dia de campanha.
 
Filipe Oliveira, sócio da Agência Reuniana de Notícias – ARN – telefonou para a redação oferecendo espaço para publicidade da campanha.
 
O banner com o lema da campanha, "Micronações de Portas Abertas" será veiculado nas edições do A Labareda.
 
 
FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 29
 
ELEIÇÃO PARA PRESIDENTE DA CMF ESTARIA SOFRENDO BOICOTE.
 
Em mensagem encaminhada para a CMF, Gustav Graves que é candidato a presidência, concorrendo com João Paulo Real, que ainda não apresentou suas propostas, reclamou do baixo indice de votação até o momento.
 
Segundo Graves, apenas 47% dos "eleitores" teriam comparecido às urnas.
 
A votação termina amanhã, 31/08.
 
A divulgação do resultado será no dia 01º/09 e a posse marcada para o mesmo dia.
 
O vencedor terá a dura tarefa de conduzir a CMF até 23/10, em meio a denúncias e descontentamentos.
 
ADC MANAGEMENT CONTINUARÁ OFERECENDO SEUS SERVIÇOS ÀS EQUIPES
 
O Diretor de Futebol da ADC Management, Alexandre Carvalho, informou que a empresa continuará prestando serviços para as equipes que contrataram seus serviços.
 
Especialista em futebol, a empresa agenda amistosos para equipes e administra times em período de férias dos técnicos pelo período regulamentar de 30 dias.
 
Boatos de que com o fim do I Cavalieri da Norcia, equipe da empresa, a mesma também deixaria de atuar.
 
Azulão, Belfast, Jazzy Mood, Locknation, São Gonçalo, Sol Lua, entre outros, estariam entre os atendidos pela empresa de soluções esportivas.
 
"Continuaremos trabalhando para o bem do futebol micromundial", encerrou Carvalho.
 
 
 
Da Agência Reuniana de Notícias – ARN
por Filipe Oliveira
 
SLOBORSKAIA DECLARA INDEPENDÊNCIA
 
O Cantão Socialista de Sloborskaia, parte da Comunidade Livre de Pasárgada, anunciou hoje sua independência.

Slok, como é conhecido, era uma micronação criada em maio de 2003 que optou por ser parte de Pasárgada, através de um referendo realizado em janeiro de 2004.

Na mensagem de hoje, enviada pelos cidadãos André Ciranka e Juliana Benedetti, não foi feita referência se a declaração de independência contava com o apoio da maioria da população e de como foi decidida a secessão.

Pela Constituição de Pasárgada, Slok não poderia declarar sua independência unilateralmente, já que apenas o Parlamento tem poderes para decidir sobre a "criação, extinção, modificação ou fusão de cantões".

O governo de Pasárgada ainda não se manifestou sobre a declaração de independência do Cantão Socialista.

 
RAFAEL RORIZ VOLTA AO CARGO DE PRESIDENTE EM ORANGE
 
Depois de perder no mês passado a eleição para Chefe de Governo (Secretário-Geral) em Orange, Rafael Roriz venceu a disputa para a Chefia de Estado, sendo eleito neste fim de semana, pela segunda vez, Presidente da República. Há pouco mais de um ano Roriz vencia a mesma eleição.

Roriz (sem partido) recebeu 11 votos, contra 6 do seu adversário, também sem partido, Samir Kafrouni. Samir é irmão do atual Secretário-Geral Felipe Kafrouni.

Dos 27 eleitores cadastrados, 19 compareceram às urnas. Além dos votos nos candidatos foram registrados ainda um voto em branco e um nulo.

 
 
Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Correspondente em Siena: Carlos Côrrea
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

SPONSORED LINKS
Entertainment arts Lista


YAHOO! GROUPS LINKS


[imprensalivre] A Labareda * Edição 047

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 047
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, Fournaise <4naise@yahoogroups.com>, Areuniana <areuniana@yahoogroups.com>, União <uniaoperiodicos@yahoogroups.com>, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogroups.com>, imprensalivre@yahoogroups.com, voxpress@yahoogroups.com

 
Ano II * Edição nº 047 * 29/08/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
MICRONACIONALISMO: UMA BRINCADEIRA SÉRIA
 
Quando cheguei ao micronacionalismo, há pouco mais de um ano, percebi que "perder" tempo com esse hobby só valeria a pena se fosse de uma forma séria a comprometida.
 
Pois bem, parece que não é o acontece ao redor do micromundo, pois recentemente, reportagem veiculada no A Labareda rendeu alguns comentários desencontrados e inentendíveis por parte de uma micronação.
 
A realização de uma Conferência Econômica na República de Siena, com a participação de mais duas micronações além de Siena é objeto deste editorial.
 
Entendemos que os participantes estariam cientes de que a realização de uma conferência, significa debater soluções e trocar experiência acerca do sistema monetário.
 
Este editor tem acompanhado pessoalmente o trabalho do governo de Siena, – que começou muito antes desta conferência – que tem apresentado resultados concretos acerca da adoção do sistema financeiro e por isso julgou por certo divulgar esses progressos.
 
Se alguns dos participantes, apesar de se comprometerem acharam que é bonito falar que está participando de uma conferência sem ao menos "dar as caras" ou se o dinheiro deles "nasce em árvore" e não existe nenhum sistema gerador de moeda, o A Labareda não pode e não aceitará ser responsabilizado pelo fato dessas pessoas "não estarem sabendo de nada".
 
A Labareda jamais aceitará ser responsabilizada pelo improdutividade e incapacidade de outrem.
 
 
A LABAREDA PROMOVERÁ CAMPANHA PARA ABERTURA DAS LISTAS NACIONAIS DAS MICRONACÕES
 
O Periódico A Labareda promove a partir de hoje campanha pela abertura das listas nacionais.
 
A intenção é que as listas nacionais sejam abertas para facilitar o trabalho da imprensa intermicronacional, uma das mais importantes atividades do micromundo.
 
Atualmente, apenas a lista pública do Sacro Império de Reunião, o CHANDON, é aberta a consulta de todos.
 
Em menor escala, a lista do Senado da República de Porto Claro também é aberta ao público.
 
"Fica muito dificultoso analisar cerca de 1000 mensagens após um final de semana, digamos, produtivo, nas diversas listas em que participamos como jornalista", disse o Editor do A Labareda.
 
"A ausência de interesse pela correspondência internacional compromete o trabalho e com a abertura das listas, tudo será mais dinâmico para a imprensa".
 
ECIE DEBATE REDUÇÃO DE CADEIRAS NO LEGISLATIVO. IIRDE PROMOVERÁ PESQUISA.
 
Com o debate, novamente, no Egrégio Conselho Imperial de Estado – ECIE – acerca da redução de cadeiras tanto na câmara baixa (APQ) quanto no próprio Egrégio, o IIRDE (Instituto Independente Reunião de Dados e Estatísticas) promoverá a partir de hoje consulta aos reuniãos, a título de pesquisa de opinião pública sobre o que pensam.
 
O grande número de parlamentares, 10 na APQ e 12 no ECIE, seria o grande responsável pela inatividade e mal funcionamento das Casas, um problema mais da primeira do que na segunda.
 
Se aprovada a redução, os esforços podem ter sido desperdiçados, já qwe o poder moderador é contra a redução e deverá vetar a vontade dos conselheiros.
 
Para votar, acesse o IIRDE. A pesquisa é exclusiva para reuniãos.
 
 
 
MARAJÓ DECIDE-SE PELA MONARQUIA
 
Em plebiscito realizado na República de Marajó, segundo nota do presidente interino, Bruno Crasnek, a população optou pelo regime de monarquia constitucional parlamentarista, e passará a se chamar Reino Unido de Marajó.
 
A confirmação da dinastia dos Castañeda será por referendo, marcado para os 26 e 28 de agosto.
 
A nova Constituição real começará a ser redigida em setembro.
 
Analistas políticos questionam a ausência de observadores intermicronacionais nas consultas realizadas e anunciadas pelo presidente interino.
 
PREMIER DE SOFIA FAZ PRONUNCIAMENTO APÓS DENÚNCIAS DE DUPLA-CIDADANIA
 
Vinicius Januzzi, Premier do Principado de Sofia emitiu nota aos sofistas explicando as acusações de ter dupla-cidadania (Sofia e Nova Brownsea), acusações estas proferidas em listas de divulgação intermicronacional pelo reunião Fernando de Friedenburg.
 
Na nota, Januzzi informa que estava ajudando a comunidade pois a mesma estaria "caminhando para uma processo de extinção" e que o cargo de Regente apenas lhe foi dado "por questões de confiança".
 
Januzzi considera que realizou "minha Boa Ação em terras escoteiras" e após a anexação por Pathros, não mais seria necessário a permanência do mesmo em Nova Brownsea.
 
Apesar disso, não há nenhuma menção sobre se continua ou não regente na comunidade dos escoteiros.
 
 
FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 28
 
FUTEBOL MACRO E MICRO: LAMA CÁ, LAMA LÁ
 
A arte imita a vida, a vida imita a arte e o futebol micro imita o macro.
 
Denúncias de favorecimento, críticas ao cumprimento da lei, times que saem e dirigentes que tomam pulso firme em algumas decisções; assim está o futebol micronacional, capitaneado e monopolizado pelo estadium, do pasargado Rafael Figueira.
 
Muitos times estão saindo e colocando seus jogadores a leilão. A prática foi considerada ilegal pelo presidente interino Wagner Campodonio, que está confiscando as senhas dos times e excluíndo aqueles que já pediram a exclusão.
 
Paralelamente a tudo isso, Gustav Graves (Pathros) e João Paulo Real (Porto Claro) disputam o cargo "bomba" de presidente da CMF.
 
I CAVALIERI DA NORCIA ENCERRARÁ SUAS ATIVIDADES EM 31/12/2005.
 
A direção do I Cavalieri da Norcia solicitou ao A Labareda Esportiva que divulgasse a notícia em primeira mão.
 
O presidente do clube disse que manterá os jogos amistosos e participação nas demais competições até o final de dezembro quando encerrará as atividades.
 
Tranquilou os jogadores que há dinheiro para pagar as verbas rescisórias, inclusive amulta de 40%, e também todos os compromissos financeiros, bem como o pagamento de impostos.
 
Nenhum jogador do I Cavalieri da Norcia será colocado a venda, pois o elenco estaria disposto a formar grupos musicais e entidades de assistência social, entre outros.
 
A direção do time aproveitou para apresentar o brasão, que será imortalizado e ficará exposto no Memorial de Reunião.
 
 
 
Da Agência Reuniana de Notícias – ARN
por Filipe Oliveira
 
ECIE REJEITA A EXTINÇÃO DE MAURITIUS
 
O Conselho Imperial de Reunião – ECIE – rejeitou a proposta de extinção do Vice-Reino de Mauritius, apresentada pelo Imperador Claudio I.

Com o argumento de que o Vice-Reino, outrora lar dos anglófonos no país, está inativo há um longo período, o Imperador propunha sua extinção e fim de qualquer laço ou relação com a ilha de Mauritius, vizinha da ilha de Reunião.

O projeto, porém, recebeu voto contrário de metade dos 12 membros do Conselho, com apenas 4 se pronunciando a favor (houve ainda 2 abstenções).

Uma parte dos votos contrários veio da bancada mariana no ECIE, motivada pela proposta de que o Vice-Reino de Mariana deveria passar a se localizar na ilha de Mauritius, caso este fosse extinto – hoje Mariana usa como território de referência a ilha de Madagascar.

Contrários à mudança, esses Conselheiros optaram por manter Mauritius existindo, impedindo que a proposta sobre a alteração do território de Mariana pudesse prosseguir.

Na mesma sessão, outro projeto do Imperador Claudio foi rejeitado pelos Conselheiros: a proposta de regulamentação do disposição constitucional que permite ao ECIE exonerar qualquer servidor público de Reunião.

Considerado confuso por uns e até inconstitucional por outros, o projeto recebeu aprovação da metade da Casa, o que não garantiu sua aprovação por 1 voto. 4 Conselheiros votaram contra e 2 se absteram.

Apesar de todos os Conselheiros já terem votado, o "poll" ainda não foi oficialmente encerrado até o momento.

 
 
 
 
 

Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Correspondente em Siena: Carlos Côrrea
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004
 
 
 
 
 

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

SPONSORED LINKS
Entertainment arts Lista


YAHOO! GROUPS LINKS


[imprensalivre] A Labareda * 046

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * 046
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, Fournaise <4naise@yahoogroups.com>, Areuniana <areuniana@yahoogroups.com>, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogroups.com>, União <uniaoperiodicos@yahoogroups.com>, imprensalivre@yahoogroups.com, voxpress@yahoogroups.com

 
Ano II * Edição nº 046 * 26/08/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
Do correspondente internacional na República de Siena, C. Gaho Correa
 

CÚPULA ECONÔMICA PRODUZ RESULTADOS

 

Ontem, com a divulgação da matéria sobre a vitória do governo de Siena em chegar à um acordo quando a origem de sua moeda, iniciamos uma série de reportagens e estudos sobre o encontro Sofi-Germano-Senesi de integração econômica e estabelecimento de um mercado comum entre estes países, o que não quer dizer que sejam exclusivos. Todos os países que tiverem interesse estão convidados para compor os trabalhos.

 

Os diplomatas designados para a difícil tarefa estão literalmente queimando neurônios para o sucesso da cúpula, fazendo menção honrosa para SMI Wilhelm III Ludwig, imperador alemão e ao messer Carlos Correa, Segretario dell’Governo, em detrimento aos diplomatas sofistas.

 

A participação na cúpula por Sofia tem sido muito pequena, para não dizer nula. Este fato pode ser explicado pela recente alternância ao trono sofista, que teve em um de seus pretendentes a mesma diplomata designada para a cúpula, e claro, deu importância maior ao “pleito do que ao leito”.

 

Enquanto isso, os dois diplomatas (que possuem excelentes equipes de staff) não se atingem. É deles a criação e desenvolvimento de noções como: origem e emissões de moeda, taxas de câmbio flutuante, mercado de capitais, bolsa de valores (com índices de variação e volume negociado inclusive).

 

Estes importantes avanços procuram dar maior realismo ao sistema. Em conversas informais com ambos os diplomatas, houve um consenso em não desenvolver um sistema baseado na imaginação, que tenha seus impostos fundamentados, por exemplo, no pagamento de contas telefônicas e/ou energia elétrica, o que em sua essência cria um desafio enorme.

 

Através destes estudiosos, foi passada a barreira que impossibilitava a adoção de um sistema financeiro prático, e melhor, que realmente funcione.

 

por Filipe Oliveira

NO TOPO DA PIRÂMIDE

Micronações têm dono. Algumas, é claro. Mas todas deveriam ter. Ao menos na parte que é possível, de fato, exercer posse e ter propriedade sobre o país. Pode-se separar essas áreas em dois grupos: a parte física da estrutura, composta do registro do domínio (endereço na internet), hospedagem do sítio oficial, controle do conteúdo das páginas da internet e administração da(s) lista(s) nacional(is). O segundo grupo inclui as características micronacionais em si: nome, símbolos nacionais, peculiaridades, histórica fictícia/épica e localização geográfica (esses dois últimos quando existem).

É mais fácil identificar o dono da micronação nos países com fundador único, que do princípio da história da micronação até hoje (ou até o fim do país) manteve o controle de sua estrutura básica. É o caso evidente de Reunião, onde o Imperador Claudio controla desde a criação do país o endereço reuniao.org, o conteúdo das incontáveis páginas e tem a palavra final em qualquer mudança nos traços que particularizam e identificam o país. Exceção aí à famosa lista Chandon, que – numa época onde listas de mensagens não eram tão vitais – chegou a ter como owner um dos cidadãos do país, gerando nefastas consequências em certo momento histórico. História que merece ser contada, mas por alguém mais habilitado para tanto.

Entram no mesmo grupo de Reunião, com maior ou menor grau de controle, micronações como Andorra, Pathros, Normandia e o Estado/Reino do Porto Claro. Destaque para esta última, a pioneira da lusofonia, criada por Pedro Aguiar e onde se ouvia cotidiana e sufocantemente que os rumos do país dependiam única e exclusivamente da vontade do criador/tutor vitalício. Trata-se de caso extremo.

Porém, não é tão simples distinguir e nomear donos em países com pluralidade de fundadores ou cujo criador tenha abandonado a criatura. Mas muitos possuem e se beneficiam da existência desses donos, grande parte das vezes, assim como perdem com sua saída. É o caso de Orange, Pasárgada (ambos países de criação coletiva), Marajó, Açores, Sofia e República de Porto Claro (nas quais os fundadores deixaram de ter controle sobre o país), por exemplo.

Nesses, costuma ser donos um grupo de cidadãos, que se responsabiliza por administrar o patrimônio micro e macro (ou "real" e "virtual"), dividindo controle de listas, websites e agindo – nem sempre abertamente – para manter as características do país. Este "núcleo duro", esta "cúpula" é necessária e mais benéfica que prejudicial, numa análise geral da história das micronações de língua portuguesa.

Com a recente saída de Bruno Cava de Pasárgada, ouviu-se de vários micronacionalistas a afirmação que a Comunidade Livre perdia parte de sua alma. É verdade. Cava, mais que co-fundador, era um aglutinador, um motivador. Exercia uma liderança natural e hábil tanto para gerar atividade produtiva quanto para induzir a participação mensagística. Cava era, assim, um dos donos do país, por sua capacidade – talvez muitas vezes inconsciente – de criar e resguardar aquilo que fazia e faz Pasárgada ser o que é.

Pasárgada perdeu e talvez se torne um país diferente, a partir de agora. Mas sua estrutura de internet está intocada, pois está sob o controle de outros cidadãos e não corre riscos. O oposto ocorreu em Orange.

Orange, ainda quando Principado, teve invejável infra-estrutura para os padrões da internet do fim da década de 90: domínio próprio, sítio com enorme espaço para hospedagem das páginas, lista personalizada, com e-mails POP seunome@orange. Tudo obra de um único cidadão, o hoje reunião André Pfeiffer, que não só administrava como arcava com as despesas do próprio bolso (ainda que parcialmente reembolsadas por outros cidadãos). 

Insatisfeito com o fim da monarquia e a implantação da república no país, Pfeiffer acaba abandonando Orange e, como "dono" de parte do país, levando com ele os benefícios que dera aos compatriotas. Nunca mais Orange teve estrutura similar e perdeu o acesso aos domínios "www.orange", todos sob controle macronacional.

Com a saída de Pfeiffer, Orange perdeu o último dos seus fundadores que ainda era cidadão, o que abriu espaço para que suas características micronacionais fossem até certo ponto mudadas, enquanto outros detalhes da história do país se perdessem no tempo. Não se sabe quem é o autor da bandeira, para citar um exemplo. Mas o grupo que passou a dar as cartas no país (e ainda dá), com o início da república, cumpre bem seu papel de conservar as peculiariedades da terra laranja.

Porto Claro, na sua versão república, conseguiu dividir de forma equilibrada o controle "dos bastidores" do país entre alguns cidadãos. Tinha uma organizada forma coletiva de arcar com as despesas e soube respeitar na grande maioria das vezes o que Pedro Aguiar imaginara. Mas isso acabou se perdendo com o tempo e hoje o país se vê sem dois dos domínios que outrora controlava: pclaro.org e portoclaro.org. Caso típico de problema causado por ausência ou desorganização dos "donos" do país.

Mas é injusto e exagerado culpar a forma de governo por isso. Monarquias também se desorganizam, principalmente quando seus monarcas não são os fundadores – o que, via de regra, implica em menor ligação e responsabilidade com o país. Monarquias também dependem de outros cidadãos – que não o monarca – como força-motriz.

Açores, recentemente, mudou o endereço de sua lista de mensagens porque o monarca e os demais membros do "núcleo duro" ficaram inativos. Portugal e Algarves tem sua versão local de Bruno Cava, no cidadão de "mil utilidades" Jorge Quinta-Nova: político e empresário, Jorge foi em 2004 o termômetro e o catalisador das ações de sua micronação. Assim como Cava em Pasárgada, poderia ocupar qualquer cargo no país e exercê-lo com competência. 

Seja com o nome que se dê – ou mesmo sem nome algum – as micronações lusófonas costumam se beneficiar da presença desse núcleo de cidadãos que por ela vela e se responsabiliza. Sem eles, qualquer país vira um clone malfeito de si mesmo, uma mera imagem refletida por um espelho quebrado.


Filipe Oliveira, é o Lorde Protetor do Sacro Império de Reunião é escreve para o A Labareda, esporadicamente.

********************************************

 

 
 

Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Correspondente em Siena: Carlos Côrrea
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

SPONSORED LINKS
Entertainment Lista


YAHOO! GROUPS LINKS


[imprensalivre] A Labareda* Nota ao Principado de Sofia

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda* Nota ao Principado de Sofia
To: Areuniana <areuniana@yahoogroups.com>, imprensalivre@yahoogroups.com, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogroups.com>
Cc: Chandon <chandon@yahoogroups.com>

 
Ao povo do Principado de Sofia
 
Diante dos inúmeros comentários acerca de reportagem veiculada na Edição 045, temos a esclarecer o seguinte:
 
1) A reportagem foi publicada com a colaboração do correspondente em Siena, Carlos Correa, e mencionava principalmente o sistema econômico de Siena.
 
2) Segundo nos informou o referido correspondente, o projeto econômico em Siena é uma realidade e está sendo implantado, tanto que logo após a reportagem a lista pública recebeu uma especie de balanço financeiro, comprovando o quanto o sistema está adiantado e em nada compromete o sistema financeiro de Sofia bem como os planos de implantação do Império Alemão.
 
3) Acreditamos que a reportagem veiculada em nosso jornal não tem condições nem capacidade de levar instabilidade ao mercado financeiro sofista, dada a inexistência de um câmbio.  
 
4) A função do A Labareda é informar, sempre da melhor maneira possível, toda a comunidade micronacional os fatos que consideramos relevante estar acontecendo nas micronações.
 
5) É possível verificar inclusive, que o Sr. Leonardo Reis, cidadão sofista, é correspondente de nosso jornal no Principado e tem "carta branca" para enviar as reportagens que julgar interessante.
 
6) Se o projeto econômico de Siena não funcionar, a responsabilidade não será do jornal A Labareda, que tem como responsabilidade de manter informados os leitores ao redor do micromundo.
 
7) Havendo qualquer problema em relação a reportagens publicada em nosso jornal, teremos o imenso prazer em conceder direito de resposta, haja visto que na Edição que traz a notícia sobre o sistema financeiro de Siena foi publicado, em primeira página, direito de resposta concedido a autoridade de Portugal e Algarves.
 
8) Sobre o desconhecimento dos assuntos referente ao Principado também não aceitamos sermos responsabilizados, mas sim as autoridades competentes do Principado de Sofia. Dado o alto número de mensagens existentes na lista nacional de Sofia, acreditamos que os cidadãos sofistas só podem ser os mais bem informados de toda a lusofonia.
 
A Labareda estará sempre preocupada em divulgar todas as noticias que julgar convenientes, respeitando desta forma nossos leitores.
 
Preocupado em ajudar a divulgação de notícias sobre Sofia, A Labareda, concede, a partir de hoje, uma coluna em nosso jornal, que pode ser sob a responsabilidade de Leonardo Reis, nosso mais que respeitado colunista ou outro que esteja interessado.
 
Cordialmente
Alexandre Carvalho
Editor – A Labareda

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

SPONSORED LINKS
Entertainment Lista


YAHOO! GROUPS LINKS


[imprensalivre] A Labareda * Edição 045

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 045
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, Fournaise <4naise@yahoogroups.com>, Areuniana <areuniana@yahoogroups.com>, imprensalivre@yahoogroups.com, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogroups.com>, voxpress@yahoogroups.com, União <uniaoperiodicos@yahoogroups.com>

 
Ano II * Edição nº 045 * 24/08/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
A LABAREDA CONCEDE DIREITO DE RESPOSTA AO CHANCELER DE PORTUGAL E ALGARVES, DOM JORGE GUERREIRO, POR NOTÍCIA VEICULADA NA EDIÇÃO 044.
 

Por considerar que o jornal "A Labareda", apesar de interessante e bem escrito, não reportou toda a extensão da notícia, no que releva a participação de Portugal e Algarves, venho por este meio usar do direito de resposta a que o caro editor Alexandre Carvalho me forneceu, apesar de a isso não ser obrigado.
 
O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido de Portugal e Algarves emitiu uma nota em privado ao Chanceler Alexandre Carvalho, no passado dia 20 de Agosto, pela meia noite (hora de Lisboa), recusando qualquer tipo de participação na denominada MicroCon. Passadas 4 horas e meia, enviou uma Nota Diplomática à lista nacional portuguesa e à lista intermicronacional de notícias portuguesa. Na manhã seguinte, a mesma nota foi reenviada a outra listas intermicronacionais.
A razão pela qual Portugal e Algarves não participará na Microcon é simples. Consideramos que não existem condições efectivas de igualdade e paridade entre as micronações que venham a aderir a esta organização.
 
Entre outros factos que nos parecem relevantes, destaco os seguintes:
 
1) Todo o processo de formação da MicroCon tem sido apresentado à comunidade lusófona como facto instituído e não passível, perceptivelmente, de construção participada por parte de novos membros. Parece-nos que apenas Reunião e uma outra micronação subsidiária tem participado de reuniões onde decisões importantes têm sido tomadas e anunciadas.
Consideramos que seria quixotesco para nós integrármos tal organização, na medida em que nos parece que todas as decisões são tomadas, sem que haja primeiro um esforço para abarcar o máximo possível de micronações. Só nessa altura, nos pareceria adequado tomar o tipo de decisões que o Conselho Percursor tem vindo a tomar, dadas as sensibilidades que formariam uma organização deste tipo forte.
 
2) A leitura dos meios de comunicação originários de países que apoiam esta organização parecem-nos de natureza chauvinista, alegando até que as suas listas nacionais seriam sinónimo da lusofonia micronacionalista. Parece-nos, pois, não haver o respeito pelo pluralismo e pela diferença nos membros fundadores da MicroCon. Portugal e Algarves é a unica micronação constituída por brasileiros e portugueses macro, em paridade absoluta e substancial; desta forma, prezamos a diferença como factor de desenvolvimento e de esperança num micronacionalismo lusófono melhor.
Bem sei que os meios de comunicação reflectem a opinião dos seus redatores,. mas resta-nos esperar por tempos melhores para que uma efectiva ligação seja feita entre Portugal e Algarves e as nações ligadas à MicroCon, da maneira como elas se apresentam hoje à Lusofonia.
 
Aproveito desde já para agradecer ao senhor editor a oportunidade que me dá para repor a verdade dos factos, conforme os vê este Chanceler que vos escreve. Esperamos efectuar uma aproximação que nos faça ver o contrário, mas por ora, esta é a visão portuguesa-algarvia dos factos, diferente aliás da manifestada neste jornal.
 
Jorge Guerreiro Quinta-Nova

 
CONSELHO PRECURSOR, APÓS CUMPRIR SUA TAREFA, É DISSOLVIDO.
 
O Conselho Precursor, criado para organizar os primeiros passos da MICROCON, foi dissolvido.
 
Segundo informações do ex-secretário-geral interino, Alexandre Carvalho, a MICROCON já tem vida própria e poderá seguir seus rumos a partir de setembro.
 
Carvalho lamenta que algumas micronações considerem que as "coisas" já estão prontas. "A Carta de Princípios é bem clara é uma leitura atenta pode-se perceber o quão democratica e igualitária será a Organização".
 
Alexandre Carvalho, que é Chanceler do Sacro Império de Reunião não conseguiu desvencilhar-se do cargo na criação da MICROCON, mas garante que seus interesses passam longe de beneficiar Reunião apenas.
 
"Preocupe-me com o futuro do micronacionalismo, independente de paises, formas de governos, e etc", encerrou Carvalho.
 
Das Agências Internacionais
 
ANDRÉ CYRANKA RENUNCIA AO CARGO DE MINISTRO DE ESTADO.
 
André Cyranka, Ministro de Estado da Comunidade Livre de Pasárgada renunciou nesta segunda.
 
A Labareda teve acesso a nota de Cyranka e divulga na íntegra:
 
"Há alguns dias venho protelando esta decisão. Como já expressei semanas atrás, não tenho a disposição de outrora para dirigir o Ministério de Estado.

Fui ficando um mês, mais outro, outro mais, chegando aos nove meses de gestão. Não tenho a habilidade de alguns micronacionalistas em redigir epístolas longas, buscando explicações e justificativas para este ato. Simplesmente cansei de ser Ministro de Estado. Sinto que permanecendo nele, além de não conseguir mais ser o Mest de meses anteriores, acabarei eliminando o pouco de motivação e prazer que ainda me prendem tanto a Pasargada, como no Micromundo.

Não vou negar que a saída de Bruno Cava foi o golpe de misericórdia em minhas aspirações no Governo. Da noite para o dia, o cara que articulava a criação de um novo partido, trocava informações sobre germanofonia, discutia sobre o contexto da Lusofonia, tecendo advertências sobre minha suposta supervalorização ao Sacro Império, do nada rasga tudo que diz e comunica que "é isso". Só espero que ele tenha a consciência tranquila de que, poderia ter tomado a mesma atitude, de forma menos traumática para a Comunidade, que tanto carinho ele "demonstra" ter.

Enfim, quando convidado a permanecer pela Marisa Kazama, a quem agradeço pela confiança, disse que permaneceria somente mais dois meses. Já estou no terceiro, e sinceramente muito cansado.

Solicito ao MINFRA que altere meu status no sítio nacional e estarei entregando a Lista Nacional ao novo MEST, assim que este for indicado pela PM.

Desejo sorte ao sucessor, e coloco-me a disposição para auxiliá-lo no que for preciso, bem como para repassar os dados atualizados da Comunidade até o dia 24 de Agosto de 2005.

Abraços
Andre Cyranka"

SIENA CONSEGUE DENOMINADOR COMUM PARA SISTEMA ECONÔMICO
Do correspondente em Siena, Carlos Côrrea

Passados muitos meses de intensos estudos e discussões acaloradas, em razão da cúpula econômica realizada entre Sofia-Siena-Alemanha, a junta de governo sienesi conseguiu traçar um projeto de lastro monetário.

A moeda de Siena, a Lira Senesi, terá sua origem, ou seja, será impressa, a partir dos resultados de equações simples, que levam em conta o tipo e quantidade de trabalhos do governo durante o período.

 

“Estes trabalhos, projetos de leis, vistos turísticos e diplomáticos, dentre outros serão incentivados” disse o Secretário de Governo Carlos Correa, que é um dos nomes mais cotados para assumir o Conselho Gestor da futura DEA – Direzione Attivitá Economiche, órgão regulador da economia na república.

 

O projeto de lei regulando este sistema, que estará disponível para conhecimento a todos aqueles que desejarem, já está sendo escrito, e neste caso, passando por todas as mãos do governo.

 

Este sistema, praticamente inédito em sua base, ao contrário dos sistemas semelhantes, baseados em mensagens e/ou visitas tem sua vantagem justamente na falha de seus antecessores, pois assumia-se o risco do volume de mensagens ser consideravelmente aumentado, da mesma forma com as visitas.

 

Agora, a falha se reverte na qualidade, pois os cidadãos e o governo em geral devem literalmente trabalhar dobrado para gerar receitas, e este trabalho, como sempre, é bom para a nação.

 

O sistema econômico, juntamente com o futuro tratado de um possível mercado comum entre os países da cúpula, além dos benefícios inerentes a ele, também procura somar aos trabalhos de criação da futura Conferência dos Estados Micronacionais – MICROCON, pois é de grande importância a criação de um mercado global com justas condições de transações entre os países, empresas, e por fim, as pessoas relacionando-se entre si.

 

 

Da Agência Reuniana de Notícias
por Filipe Oliveira
 
DECRETADA A PRISÃO DE RODRIGO ROCHA POR SUSPEITA DE PAPLISMO
 
A Quaex – Serviço Secreto de Reunião – informou que o cidadão Rodrigo Rocha, Grão-Duque de Chuberry, estaria envolvido em um caso de paplismo, o que acarretou sua prisão temporária.

Segundo informou o órgão, Rocha controlaria o paple "Carlos Fontana", cidadão recém-chegado ao país e que se mudou para o Vice-Reino de Mariana, onde também reside o acusado.

Rocha alega que Fontana é um cidadão real, que se chamaria Alan e seria um colega de trabalho, macronacionalmente, o que explicaria os IPs idênticos. A Quaex refuta a versão, dizendo que os dados de Fontana, apresentados à Imigração, não são reais e o telefone celular informado seria falso.

O suposto paple não se pronunciou sobre a acusação.

Hoje pela manhã o Desembargador Igor Alexandre ratificou a prisão temporária de Rocha e a converteu em prisão preventiva, por entender presentes os requisitos para tanto.

 
 
 
 
 

Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Correspondente em Siena: Carlos Côrrea
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

SPONSORED LINKS
Entertainment Lista


YAHOO! GROUPS LINKS


[imprensalivre] A Labareda * Edição 044

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 044
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, Areuniana <areuniana@yahoogroups.com>, imprensalivre@yahoogroups.com, voxpress@yahoogroups.com, União <uniaoperiodicos@yahoogroups.com>

 
Ano II * Edição nº 044 * 23/08/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
TRABALHOS DA MICROCON SEGUEM A TODO VAPOR. CONSELHO PRECURSOR DÁ ANDAMENTO PARA A IMPLANTAÇÃO JÁ EM SETEMBRO
 
O Conselho Precursor da MICROCON, formado para sustentar o início dos trabalhos da organização está trabalhando para viabilizar o cronograma.
 
Apesar de ter sido aberto a todos os micronacionalistas, o Conselho ainda sofre críticas por partes de algumas micronações, que consideram já estar prontas todas as decisões, o que ficou inviabilizado por conta da abertura do Conselho.
 
Carlos Correa, um dos integrantes do Conselho, afirmou que a Carta de Princípios não é o fim, mas o início dos trabalhos.
 
Ainda segundo Correa, as micronações podem ratificar a Carta com ressalva, sendo essas votadas já na primeira Assembléia Geral, prevista para ocorrer entre os meses de novembro e dezembro.
 
Todos os documentos da MICROCON são de domínio público e estão disponíveis através do seguinte endereço:
 
 
PATHROS FOI O PRIMEIRO PAÍS A DECLINAR DO CONVITE, CONTRARIAMENTE A APOIO DEMONSTRADO NO INÍCIO DAS CONVERSAÇÕES
 
O Sacro Reino de Pathros, através do Chanceler Real, Gustav Graves informou que declinava do convite por não ver necessidade de uma organização supranacional no momento.
 
A nota apresenta algumas contradiçõese algumas informações que não condizem com a realidade da MICROCON e das relações externas.
 
Ainda segundo a nota, o Princípe de Colossos afirma "que nos falta inclusive embasamentos legais genuinamente micronacionais para tratar das próprias relações diplomáticas e consulares, e sobretudo o é utópico falarmos em um Direito Internacional Público".
 
"As relações externas existem há muito mais tempo do que possa imaginar, ocorre antes mesmo do surgimento de muitas das micronações existentes e que a falta desse embasamento não poderia ser usado como salvatério por parte de Pathros", discorda Alexandre Carvalho, Secretário-Geral Interino da MICROCON.
 
"O fato de Pathros, apesar da recusa em participar da MICROCON, afirma que manterá as relações entre as micronações mostra o desconhecimento dos propósitos da MICROCON, que estão claramente expostos na Carta de Princípios", finaliza Carvalho.
 
Segundo nos informou o Conselho Precursor, paises que não ratificarem a Carta não serão excluídos do meio micronacional, pois a MICROCON pretende contar com todas as micronações, buscando um objetivo comum, que é o desenvolvimento de todo micronacionalismo lusófono.
 
REINO DE PORTUGAL TAMBÉM RECUSA CHAMADO DA MICROCON.
 
Jorge Guerreiro, novo Chanceler de RUPA, enviou missiva ao Secretário-Geral Interino da MICROCON acerca do posicionamento do país.
 
Segundo a nota de Guerreiro, RUPA declina do convite pois a MICROCON "não ofereceu, até agora, garantias de democraticidade e igualdade".
 
Apesar da recusa de RUPA, o Chanceler Guerreiro disse ainda "reafirmar o desejo de dialogar com a MicroCon, enquanto órgão intermicronacional legítimo, assim como individualmente com os seus integrantes, dado que é interesse de Portugal e Algarves incentivar a amizade entre todas as micronações lusófonas".
 
Segundo Alexandre Carvalho, Secretário-Geral, "a MICROCON será inteiramente democrática, igualitária e não fará discriminação de nenhuma forma de governo, sejam repúblicas, monarquias e até mesmo ditaduras, mesmo que temporárias".
 
O Conselho Precursor informou que a Carta de Princípios poderá ser ratificada a qualquer tempo, bem como igualmente denunciada.
 
"Todas as micronações serão representadas por um embaixador, com direito a 1 voto cada, de igual peso", informou Carlos Correa, integrante do Conselho Precursor.
 
REPÚBLICA PARTICIPATIVA DE CAMPOS BASTOS É A PRIMEIRA A CONFIRMAR PRESENÇA NA CERIMÔNIA DE ASSINATURA DA CARTA DA MICROCON
 
Em mensagem enviada ao Conselho Precursor, Campos Bastos confirmou presença na cerimônia de assinatura da Carta de Princípios da MICROCON.
 
A cerimônia que realizar-se-a em Monticiano, na República de Siena, contará com a presença de Fábio Moraca Paulo e Ivo La Puma.
 
IMPÉRIO ALEMÃO ASSINARÁ A CARTA, COM RESSALVAS
 
O Imperador Guilherme VI Luis, do Império alemão encaminhou missiva ao conselho Precursor com ressalva à Carta de Princípio da MICROCON, sem as quais não poderia ratificar o documento.
 
As ressalvas seriam em relação ao artigo 3, letras g, h e n e ao Artigo 9º.
 
O Conselho Precursor ainda não se manifestou oficialmente mas informou através de assessores que todos os documentos referentes a MICROCON serão disponibilizados para consulta, inclusive documentos como o enviado pelo Império Alemão.
 
RENAN SAIFAL, DA REPÚBLICA DE SIENA, APROVA CONDUTA DO CONSELHO PRECURSOR
 
Renan Saifal, Chefe de Estado e de Governo da República de Siena elogiou a Carta de Princípios da MICROCON.
 
Para Saifal, "a qualidade da Carta aumenta grandemente a respeitabilidade da organização diante das micronações".
 
Sobre a recusa de participação momentânea por parte de Pathros e Portugal (oficialmente) e de Porto Claro (informal), Saifal afirma que "eles (Pathros, Portugal e Porto Claro) deveriam pensar melhor e deixar de lado antigos receios, por que a Carta de Princípios é democrática e foi muito bem elaborada".
 
BERVÂNIA APROVA IDÉIA DA MICROCON MAS TEME FICAR A MARGEM POR CAUSA DO SOCIALISMO
 
A República Socialista da Bervânia está discutindo em lista pública a Carta de Princípios da MICROCON.
 
Entretanto, a comunidade socialista teme ficar a margem da organização por causa da grande maioria de micronações serem dirigidas por líderes de direita.
 
Felipe Aron, cidadão bervaniano disse que "existe a hipótese de que pode chegar um momento em que eles vão querer criar e aplicar resoluções que sejam desfavoráveis à nós".

"Sugiro então que participemos, mas que façamos a discussão sobre isso
regularmente", finalizou Aron.

 
 
Da Agência Reuniana de Notícias
por Filipe Oliveira
 
BRUNO CAVA É CIDADÃO DE REUNIÃO
 
As dúvidas sobre a veracidade da mensagem de saída de Bruno Cava de Pasárgada mostraram-se exageradas: Cava havia preenchido o formulário de imigração em Reunião logo após enviar sua mensagem de despedida para a lista pasárgada.

No sábado à noite, após ter seu retorno à Reunião confirmado, Cava enviou sua primeira mensagem ao Chandon onde, entre divagações e nostálgicas citações, informa que pretende continuar ativo, à frente de projetos culturais, principalmente com a Revista Avant-Garde e a Micropédia.

 
 
 
 
 

Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Correspondente em Siena: Carlos Côrrea
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!


YAHOO! GROUPS LINKS


[imprensalivre] A Labareda * Edição 043

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição 043
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, Areuniana <areuniana@yahoogroups.com>, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogroups.com>, imprensalivre@yahoogroups.com, União <uniaoperiodicos@yahoogroups.com>, voxpress@yahoogroups.com, Fournaise <4naise@yahoogroups.com>, sainterose@yahoogroups.com

 
Ano II * Edição nº 043 * 18/08/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
MARCADA DATA PARA ASSINATURA DA CARTA DE PRINCÍPIOS DA MICROCON
 
A MICROCON começará suas atividades com a cerimônia de assinatura da Carta de Princípios, marcado para ocorrer no período de 01 a 11/09, no Distrito de Monticiano, na República de Siena.
 
A organização de caráter intermicronacional pretende reunir representantes de todas as micronações com o intuito de promover o desenvolvimento e o crescimento sustentável, difundir as diversas culturas entre os povos e promover ainda a divulgação do micronacionalismo a níveis macronacionais.
 
A MICROCON terá sede no Território Intermicronacional das Ilhas Pitcairn.
 
A Carta de Princípios da MICROCON e o Tratado Constitutivo do Território Intermicronacional foram encaminhadas para as principais autoridades responsáveis por política externa de 17 micronações e em breve será disponibilizada em domínio público, ao alcance de todos.
 
O Conselho Precursor continua trabalhando para viabilizar a realização do calendário, que também será divulgado em breve na integra. 
 
Após a cerimônia de assinatura, o mês de outubro deverá ser reservado para o recebimento de pautas e nomes para o cargo de Secretário-Geral. A primeira Assembléia Geral deve realizar-se entre o fim de novembro e o começo de dezembro.
 
ATAQUE TERRORISTA EM REUNIÃO DIMINUI A ATIVIDADE AO REDOR DO MICRO-MUNDO
 
Os ataques terroristas ocorridos em Reunião na última segunda-feira pode ser a causa de uma dimunição ao redor do micro-mundo.
 
Usuários das listas do yahoogrupos estariam receosos de ter suas contas invadidas pelos autores dos atos.
 
O grupo que assumiu a autoria dos atentados em Reunião, Satan Imperial, não mais voltaram a se manifestar, mas a maioria das micronações estão em estado de atenção.
 
O serviço-secreto reunião estaria no encalço dos terroristas.
 
AVALIAÇÃO DO GOVERNO DE MARINA MELILLO DIMINUI EM RELAÇÃO A PESQUISA ANTERIOR
 
A avaliação em torno do governo de Marina Melillo ficou bem abaixo da expectativa, apurada no princípio do governo.
 
 
Os 70% que achavam que o governo seria ótimo/bom, agora somam apenas 48% enquanto que os 17% que esperavam ser um governo ruim/péssimo subiu para 39%.
 
A avaliação de regular ficou estável, em 13% (10% na pesquisa anterior)
 
O IIRDE realizará mais uma pesquisa, ao fim do governo de Marina Melillo.
 
FUNDADA EM REUNIÃO ACADEMIA IMPERIAL DE JURISCONSULTOS. CRISE NA CIA TERIA MOTIVADO INICIATIVA
 
Foi fundada no último dia 13 a Academia Imperial de Jurisconsultos, pelo advogado e ex-desembargador imperial Dr. Luiz Octávio Azambuja.
 
A iniciativa pretende realizar debates jurídicos, doutrinários, comparativo e fazer uma análise de Direito Micronacional, em especial o do Sacro Império de Reunião.
 
Ainda segundo a nota de Azambuja, será um " espaço dedicado ao debate dos Acadêmicos, destinado a publicação e discussões técnicas e científicas de Artigos onde estarão reunidos somente aqueles que sempre demonstraram participar do Direito Reunião".
 
A crise na CIA (Confederação Imperial de Advogados) seria uma das principais motivações da fundação da Academia.
 
ABERTA AO PÚBLICO A FUNDAÇÃO TEOBALDO SALES
 
Foi aberto no último dia 12 o acervo da Fundação Teobaldo Sales, que tem como presidente Dom Filipe Augusto Sales de Murta-Ribeiro.
 
Segundo a nota de Murta-Ribeiro, a fundação "é, verdadeiramente, um exemplo do desenvolvimento deste grandioso Império, que nasce já aglutinando diversos artigos já publicados por ícones do micronacionalismo lusófono, e articulando para publicação de outros por autores não menos importantes. Da mesma forma, a fundação FTS sai de seu berço já com três e-books (livros) publicados, nas áreas de História e Direito, e com uma entrevista inaugural com Sua Alteza, o Príncipe-herdeiro da Coroa marajoara, Bruno Crasnek Delli".
 
A Fundação pode ser visitada através do endereço: http://www.reuniao.org/mariana/teobaldosales
 
 

 

 
FOLHETIM DE ESPORTE * EDIÇÃO Nº 27
 
GUSTAV GRAVES, DE PATHROS É O ÚNICO CANDIDATO A PRESIDÊNCIA DA CMF
 
Após a renúncia de Bruno Massera à presidência da Confederação Micronacional de Futebol, o presidente interino Wagner Bacciotti divulgou o calendário para a realização de novas eleições, como prevê o estatuto.
 
Findo o prazo, apenas Gustav Graves se candidatou ao cargo, um dos mais complicados cargos do futebol micronacional.
 
Dois dias após o término do prazo, João Paulo Real, de Porto Claro solicitou a inscrição, que obviamente, foi rejeitada.
 
Algumas críticas foram feitas ao presidente interino, que divulgou nota oficial, a qual divulgamos na integra:
 

"A APF enviou inscrição de candidatura 2 dias após o prazo para inscrições ter se encerrado. Sendo mais preciso, o prazo estabelecido e divulgado era entre 12 e 16 de agosto, e a chegada de inscrição foi 18 de agosto, já dentro do período de envio de propostas e propagandas.

 

Democracia é cumprir prazos, e respeitar os que respeitam os prazos. Burocracia é zelar pela organização, e zelar por quem se organizou.

 

Se a APF não se organizou a tempo para esta eleição que visa cumprir as semanas que restam da gestão de Bruno Massera, já pode ir se organizando desde agora, sabendo que no final de outubro haverá nova eleição"

 

 
 
 

Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Correspondente em Siena: Carlos Côrrea
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

SPONSORED LINKS
Entertainment Lista


YAHOO! GROUPS LINKS


[jornaleiro] A Labareda * Edição 042

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [jornaleiro] A Labareda * Edição 042
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, Mariana <repmariana@yahoogroups.com>, Fournaise <4naise@yahoogroups.com>, Conservatória <capconservatoria@yahoogrupos.com.br>, Saint Denis <saintdenis@yahoogroups.com>, sainterose@yahoogroups.com, Areuniana <areuniana@yahoogroups.com>, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogrupos.com.br>, União <uniaoperiodicos@yahoogroups.com>, imprensalivre@yahoogroups.com, voxpress@yahoogroups.com

 
Ano II * Edição nº 042 * 12/08/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
FEDERAÇÃO DE MICRONAÇÕES MUDA DE NOME E COMEÇA A SAIR DO PAPEL
 
A Federação de Micronações começa a sair do papel na próxima segunda-feira, com nome novo, carta de princípios pronta e com grande apelo para a comunidade intermicronacional.
 
A MICROCON (Micronation States Conference) – Conferência de Estados Micronações está pronta para atuar em âmbito intermicronacional já na próxima segunda, quando a Carta de Princípios será encaminhada aos responsáveis pela política externa de seus respectivos paises.
 
Deverá ser editada uma Resolução, com característica de Disposições Transitórias para a finalização da Conferência e admissão dos que assinarem a Carta de Princípios.
 
O documento também está disponível para consulta de interessados. A Labareda teve acesso à Carta de Princípios e disponibiliza a todos os seus leitores.
 
O símbolo da MICROCON já circula nos veiculos de informação que atingem todo o micro mundo.
 
 
O nome mais cotado para assumir a Secretaria-Geral da MICROCON é de Fernand de Friedenburg. A nomeação de Friedenburg será de interinidade, pois a Carta de Princípios prevê eleição para o cargo.
 
A MICROCON deverá iniciar suas atividades em 01/09/2005.
 
 
Da Agência Reuniana de Notícias
por Filipe Oliveira
 
REUNIÃO TROCA EMBAIXADORES COM BERVANIA E RUPA
 
A Chancelaria Imperial de Reunião anunciou troca de embaixadas com a República Socialista da Bervânia e com o Reino Unido de Portugal e Algarves (RUPA).

Raphael Garcia ocupará a embaixada em solo bervaniano, enquanto o Secretário-Geral Felipe Aron foi o indicado para representar a micronação socialista em Reunião.

Para Portugal foi nomeado o Embaixador Francisco Seixas, tendo o Chandon recebido a Vice-Chanceler Samantha Halliwell.

 
PIGD É CHAMADO PARA O GOVERNO MELILLO
 
A Premier de Reunião Marina Melillo nomeou hoje o Conde José Paulo Siqueira, do PIGD, para o cargo de Ministro da Integração, no lugar do Marquês Alexandre Carvalho (ARENA), que renunciou esta semana.

Siqueira se torna o primeiro nome do PIGD no governo da Premier do PacSo, que inicialmente formara seu Gabinete apenas com nomes da "esquerda" reuniã.

A pasta da Integração – responsável por acolher e ambientar os cidadãos novatos – terá seu terceiro titular em 45 dias de governo, ainda que por critérios alheios à vontade da Premier.

No começo da semana a Premier já havia trocado também o ocupante da Imigração, tirando André Pfeiffer e nomeando Carlos Fraga, ambos nomes do PacSo. Fraga, que saíra de outro ministério há dias (Relações Institucionais), aceitou retornar ao Executivo, na Pasta que ocupara até meados de 2004, durante o Governo Giserman.

 

Das Agências Internacionais
 
REPÚBLICA DE MARAJÓ DIVULGA NOTA A COMUNIDADE INTERNACIONAL. LEIA NA INTEGRA
 
"A República de Marajó entrou, de forma definitiva, no processo de reconstituição do Estado democrático de Direito. Com a renúncia de todos os funcionários públicos de seus cargos, por aclamação, fomos alçados à presidência da República, com a responsabilidade de convocar a Assembléia Nacional Constituinte e resguardar os princípios constitucionais da Carta Magna de 1999, ainda em vigor. As diretrizes do processo de transição já foram definidas, e ainda em primeiro de setembro já teremos o nome definitivo dos Chefe de Governo e de Estado.
 
Como medidas iniciais, o Governo Interino convocou para o próximo fim-de-semana um plebiscito nacional, quando a população marajoara será chamada às ruas para decidir sobre os rumos do projeto micronacional "Marajó". Os cidadãos serão convidados a responder perguntas sobre a manutenção de Marajó como Estado soberano, a forma de Estado, o sistema de Governo e até mesmo o nome da micronação.
 
Suspenderam-se, também, por tempo indeterminado, todos os Tratados celebrados pela República de Marajó, como forma de garantir ao Poder Constituinte todas as liberdades no tocante à reformulação das diretrizes da diplomacia marajoara.
 
O governo da República de Marajó encontra-se à disposição para eventuais esclarecimentos."
 
A nota é assinada por Bruno Crasnek, presidente interino da República, o mesmo que recentemente fundou o Partidor Restaurador Marajoara, que defendia o retorno à monarquia.
 
O Imperador Alemão e Rei da Baviera, Guilherme III Luis, foi o primeiro a demonstrar publicamente apoio à nota de Crasnek.

 

 
 
 

Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Correspondente em Siena: Carlos Côrrea
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

                 Jornaleiro - Uma Lista Independente

                          Desde 2 de outubro de 1998 com você


Links do Yahoo! Grupos

[imprensalivre] A Labareda * Edição nº 041

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <adcarva@usp.br>

Subject: [imprensalivre] A Labareda * Edição nº 041
To: Chandon <chandon@yahoogroups.com>, Mariana <repmariana@yahoogroups.com>, Conservatória <capconservatoria@yahoogrupos.com.br>, Fournaise <4naise@yahoogroups.com>, Saint Denis <saintdenis@yahoogroups.com>, sainterose@yahoogroups.com, Areuniana <areuniana@yahoogroups.com>, Jornaleiro <jornaleiro@yahoogroups.com>, União <uniaoperiodicos@yahoogroups.com>, voxpress@yahoogroups.com, imprensalivre@yahoogroups.com
Cc: mass8@terra.com.br, Veronica Pintos <vespin@usp.br>, João Roberto <jrpusp@usp.br>

 
Ano II * Edição nº 041 * 11/08/2005 * Santa Rosa/FE
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
 
 
Agradecemos as inúmeras manifestações acerca dos problemas que venho enfrentando e que fizeram-me diminuir drasticamente minha atividade no Sacro Império de Reunião.
 
Algumas chegaram inclusive a surpreender, pois as vezes fazemos amizades tão fortes e alicerçadas que nos damos conta só mesmo em fases críticas da vida.
 
Muito obrigado a todos.
 
 
IIRDE REALIZA PESQUISA PARA AVALIAR O GOVERNO DE MARINA MELILLO
 
O IIRDE iniciou ontem pesquisa de opinião para saber o desempenho do governo de Marina Melillo (Pacso) frente a população.
 
O governo dos pacsistas irá completar metade do mandato, no próximo dia 15/08.
 
O bom povo do Império poderá optar por uma das seis alternativas: ótimo, bom, regular, ruim ou péssimo; e ainda poderá optar por não opinar.
 
Em pesquisa realizada no início do governo, a expectativa era que o governo seria ótimo/bom para 70% dos entrevistados.
 
Participe e opine você também. As votações são secretas.
 
ALEXANDRE CARVALHO RENÚNCIA AO MANDATO DE QUALÍCATO, SAI DA INTEGRAÇÃO E COLOCA CARGO DE CHANCELER A DISPOSIÇÃO.
 
O ex-premier Alexandre Carvalho renunciou nesta terça-feira ao mandato de Qualícato, entregou o cargo de ministro da integração e colocou a disposição o cargo de Chanceler Imperial.
 
Carvalho, recém-nomeado ministro da integração do governo Melillo alegou motivos particulares e apenas aceitou continuar na Chanceleria até que pudesse ser substituído.
 
Entretanto, disse que manteria o mínimo em relação aos seus outros projetos: A Labareda, o IIRDE e a ADC Management.
 
Pessoas mais íntimas disseram não saber quais eram os verdadeiros motivos para a diminuição da atividade do chanceler.
 
Fernando de Friedenburg, que seria um dos homens com mais acesso ao Chanceler, além do secretário-geral Goldstein, esteve na residência oficial  de Carvalho e saiu sem falar com os jornalistas.
 
Fernand de Friedenburg, Introdutor Diplomático, está a frente da PARLARE (antiga CRES) e auxilia o Chanceler na formação da Federação de Micronações, que também deverá mudar de nome, por influência de Friedenburg.
 
 
Da Agência Reuniana de Notícias
por Filipe Oliveira
 
IMPERADOR CONVOCA NOVAS ELEIÇÕES PARA ADVOGADOS DE REUNIÃO
 
Aberta novamente eleição para escolha do presidente da Confederação Imperial de Advogados (CIA), em Reunião, desta vez através de Ordenação Gloriosa Interventiva do Imperador Claudio.

Como o LUSOPHONIA noticiou, a primeira votação foi colocada sob suspeita de fraude quando se descobriu a existência de dois e-mails da mesma na lista de votantes. Nesta votação, Rodrigo Rocha saíra vencedor, com 7 votos contra 5 de Rodrigo Thedim.

O próprio Rocha convocou nova votação, após diversas reclamações e pedidos dos membros da CIA e cidadãos de Reunião. O segundo pleito, com os mesmos candidatos, acabou empatado: 5 a 5.

Se esperava uma nova votação de imediato, mas após alguns dias sem se manifestar como presidente, Rocha começou a dar sinais que não iria convocar outra eleição. Informou que estava confeccionando um website para a CIA, criou, sem aviso ou consulta aos demais membros, uma logomarca para a confederação e chegou a dizer que a primeira votação – a que venceu – continuava válida.

Após essa manifestação, o Imperador Claudio acabou sem opção, visto que a própria autarquia não encontrava solução para o impasse. Foi decretada a intervenção para convocação de eleições de imediato, sendo criada uma nova lista do YahooGrupos para os advogados.

Pela OGI, a votação deve ser finalizada até a próxima segunda-feira e em caso de novo empate, apenas os advogados não-licenciados poderão votar novamente. Mais um empate leva a escolha para o parlamento reunião.

 

Das Agências Internacionais
 
ESTADO DE SÍTIO NO CALIFADO É QUESTIONADO POR FALTA DE LEGALIDADE E SUPORTE NA LEGISLAÇÃO
 
Hilal Iskandar propôs no Supremo Conselho de Justiça uma representação contra Gabriel Laymann por crime de traição.
 
Laymann foi o responsável pela decretação do Estado de Sítio e pelo Ato Institucional.
 
O pedido de Iskandar pede ainda que Laymann seja impedido de exarar decisões na qualidade de Emir.
 
Leia na íntegra, a representação.
 
Colaborou com a reportagem, Alexandre Ribeiro, do Califado Malê do Brasil
 
PRESIDENTE DE PORTO CLARO CONVOCA ELEIÇÕES GERAIS
 
O Presidente de Porto Claro, André Szytko, convocou eleições gerais para cargos no Executivo e no Legislativo.
 
O calendário divulgado prevê períodos de registro de candidatos (22 a 29/08), propaganda eleitoral (31/08 a 07/09) e as eleições (09 a 16/09).
 
Foi definido também o calendário para o 2º turno, para o Executivo, com propaganda eleitoral entre 18 e 20/09 e eleições de 21 a 28/09.

 
 
 
 
 

Editor-Responsável: Alexandre Carvalho
Correspondente em Pasárgada: Rafael Figueira
Correspondente em Sofia: Leonardo Reis
Correspondente em Siena: Carlos Côrrea
Circula na areuniana, jornaleiro, uniãoperiódicos, voxpress e imprensalivre.
A Labareda é uma publicação do Grupo IIRDE
Fundado em 06/08/2004

Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

SPONSORED LINKS
Entertainment Lista


YAHOO! GROUPS LINKS