[imprensalivre] A Labareda nº 176

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <aduca2001@gmail.com>

Subject: [imprensalivre] A Labareda nº 176
To: chandon@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com, jornaleiro@yahoogroups.com, oinformante@yahoogrupos.com.br, areuniana@yahoogroups.com

 

?ui=2&view=att&th=12650edb9ba63588&attid=0.1&disp=attd&realattid=ii_12650edb9ba63588&zw

Ano VI * Edição nº 176 * Domingo, 31/01/2010

Santa Rosa/FE * SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO

Fundada em 06/08/2004


EDITORIAL

REUNIÃO EM DECADÊNCIA

Quem está aqui há pouco não tem como perceber algumas particularidades, mas é bem fácil perceber que Reunião amarga novamente um de seus piores momentos.

O primeiro sintoma é a paralisia das instituições: ECIE, APQ, Executivo. Não vou nem falar do judiciário porque este nunca funcionou mesmo.

O segundo sintoma é verificar quem está a frente do ECIE. Quando Luiz Octávio Azambuja seria presidente do ECIE se houvesse um terço dos nomes que eu recitei no editorial passado? NUNCA

Então, novatos, aprendam uma coisa: instituições inoperantes e instituições sendo comandadas por secundário é mal sinal.

NOTÍCIAS

PRIMEIRO-SECRETÁRIO DO ECIE DISCURSA


Uma das poucas vozeis respeitáveis no ECIE, Valadir Aerwyld assumiu o cargo de primeiro-secretário do ECIE.

O cargo é de extrema importância, mas que seja bem aproveitado é necessário que o ECIE seja/esteja ativo, o que não vem ao caso na atualidade.

A primeira tarefa do primeiro-secretário será uma das mais complicadas: saber quem são realmente os atuais conselheiros.

Espera-se, no entanto, que sua vontade de trabalhar possa despertar alguns de seus honoráveis pares.

NOVELA DO IMPÉRIO CHEGA AO FIM

Foi anunciada para a próxima semama o fim da novela "Reunião de Paixões", do dramaturgo Nuno Coelho.

Em outros tempos, uma novela não teria nem sequer uma linha no "Fagulhas", mas na atual situação, deve ser o que os súditos do Império estão fazendo, assistindo novela.

Convenhamos, sem uma atividade no executivo, no legislatvo, só nos resta mesmo assistir a novela do Nuno.

Que venha o final da novela.


AUSÊNCIA DE COMENTÁRIOS NÃO INTIMIDAM A LABAREDA

Reunião está mesmo no fundo do poço. Quase 24 após a publicação da edição 175 do A Labareda, não houve nem um comentário sequer.

Essa estratégia é antiga, muita das vezes patrocinada pelo Palácio Imperial. Intimida-se o novato a comentar os periódicos e combina-se entre os partidários para que ninguém comente o jornal, visando desistimular o editor.

É uma pena se for essa a estratégia, pois deste lado aqui está Alexandre Carvalho. Prazer em conhecer.

__._,_.___
Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

.

__,_._,___

[imprensalivre] A Labareda nº 175

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <aduca2001@gmail.com>

Subject: [imprensalivre] A Labareda nº 175
To: chandon@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com, oinformante@yahoogrupos.com.br, areuniana@yahoogroups.com, jornaleiro@yahoogroups.com

 

?ui=2&view=att&th=12650edb9ba63588&attid=0.1&disp=attd&realattid=ii_12650edb9ba63588&zw

Ano VI * Edição nº 175 * Sábado, 30/01/2010

Santa Rosa/FE * SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO

Fundada em 06/08/2004


EDITORIAL

QUAL O TAMANHO DO SEU NOME

Em meu recente retorno a Reunião, percebi que um súdito, que não é tão novato assim, escreveu um email de 1 linha. Sua assinatura, no entanto, tem 5 ou 6 linhas.

Curiosamente ainda existem pessoas que acham que o tamanho do nome ou a quantidade de medalhas penduradas no uniforme fazem a diferença.

Isso quase nunca teve importância em Reunião. O que os cidadãos precisam é fazer a diferença. Quer ver como o tamanho do nome e de sua assinatura não ser pra nada?

Filipe Oliveira, Renan Saifal, Rodrigo Rocha, Douglas Klabunde, Raphael Garcia, Valadir Aerwyld, Marina Melillo, Fabio Trigo, Alberto Fioravanti, Flávio Miranda, Rodrigo Thedin, entre outros, a maioria com DOIS NOMES

LORDE PROTETOR TENTA MANTER A ATIVIDADE NO ECIE

Apesar das mudanças promovidas pelo Lorde Protetor, Rodrigo Rocha, desde o final do ano passado, o ECIE ainda não se recuperou totalmente e não é nem sombra da atividade do primeiro semestre do ano passado, quando inclusive foi batido o recorde histórico da Casa: 695 mensagens em maio/2009, a maior desde abril de 2001.

O mês de janeiro ainda não terminou, mas a queda na atividade do ECIE em relação ao mesmo período do ano passado é cerca de 60% (Fonte: IIRDE). Acredita-se que a atual diretoria não tenha conseguido organizar a pauta e muito menos chamar os Conselheiros ao debate.

A Labareda estará diariamente no plenário acompanhando o dia-a-dia dos Conselheiros Imperiais.

NA APQ, A PROVA DE QUE A EXPERIÊNCIA NÃO INFLUENCIA NO RESULTADO

Sob a liderança do jovem Bruno Alexandre, a APQ vem mostrando um desempenho satisfatório, pena que o Poder Executivo está praticamente paralisado aleijado uma das Casas Legislativas mais importantes do micromundo.

A atividade em janeiro está apenas 23% abaixo do alcançado no mesmo período do ano passado. Vale lembrar que ano passado a APQ estava sob a liderança de Alexandre Carvalho, que alcançou o máximo na atividade parlamentar em abril de 2009 e em maio repetiu o recorde anterior que havia sido marcado no longiquo 2001.

Espera-se que na próxima administração a APQ seja mais exigida.

APESAR DA MANIFESTAÇÃO DO EXECUTIVO, GOVERNO É INERTE

O Premier Thomas Müller reclamou de reportagem publicada no A Labareda 174 sobre a paralisia do governo, dizendo ser "inverídica a tese" da inoperância e que a atividade do executivo não se resumiu apenas ao Palácio Magistral, sede do governo.

O Labareda encomendou então uma pesquisa ao IIRDE (Instituto Independente Reunião de Dados e Estatística) que pesquisou as últimas 1350 mensagens referente ao mês de janeiro.

Os resultados da pesquisa estão descrito abaixo:

a) a maioria das manifestações são do Palácio Magistral, entre elas três edições do "Café com o Premier", Carta endereçadas a autoridades e o anuncio da Semana Cultural Reuniã. Já que não é só o Magistral que representa o Executivo, bem que a semana cultural poderia ficar a cargo da Cultura, não?

b) o ministro da Cultura retornou recentemente do "exílio" e então colocou o ministério para trabalhar.

c) Apesar de uma APQ ativa, o Premier emitiu 3 decretos: um popular, um extraordinário e um aristocrático. Mais interessante seria que todos fossem apresentados como lei na APQ, visando promover a atividade naquela Casa.

d) Foram emitidos dois informes de novos súditos, no entanto são raras as aparições desses novos súditos. Alias, desde Marina Melillo não se tem um ministério da integração funcional.

e) solicitação feita ao ministério da imigração foi respondida pela Guarda Imperial

Na medida do possível o Executivo vem trabalhando, mas com um número bem aquém do esperado, de um Palácio que já contou com 9 ministério.

Quando acontecem as próximas eleições?



__._,_.___
Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

.

__,_._,___

[NovaImprensa] A Labareda nº 174

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <aduca2001@gmail.com>

Subject: [NovaImprensa] A Labareda nº 174
To: chandon@yahoogrupos.com.br, areuniana@yahoogroups.com, jornaleiro@yahoogroups.com, imprensalivre@yahoogroups.com, novaimprensa@googlegroups.com

?ui=2&view=att&th=12650edb9ba63588&attid=0.1&disp=attd&realattid=ii_12650edb9ba63588&zw

Ano VI * Edição nº 174 * Quinta-Feira, 21/01/2010

Santa Rosa/FE * SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO

Fundada em 06/08/2004


EDITORIAL

A IDENTIDADE DE UM PAÍS

É interessante quando passamos um tempo fora do país e quando voltamos parece que estamos em um lugar novo, nunca dantes "navegado".

Reunião sempre me parece um outro lugar quando eu volto e penso que isso dificulta e muito o retorno de muitos. Digo isso porque já voltei inúmeras vezes e quase nunca consigo me readaptar ao seu mutante modus operanti.

No entanto, algumas coisas nunca mudam. A falta de comando nas principais instituições é uma delas, os "inimigos eternos" outra e a que eu acho mais graça é o deslumbre de alguns novatos com a nobreza reuniã.

Ainda estamos andando pelas ruas do Império e em breve mais comentários acerca do Cotidiano Imperial.

DEUS TUMULTUA ECIE

O Conselheiro Raphael Garcia foi retirado do plenário do ECIE pelo fato de não ter pronunciado, em seu juramento, o trecho em que menciona Deus.

Garcia, todos devem saber, é socialista e nem um pouco religioso, acredita demais na esquerda e por vezes penso que defenda até a luta armada.

Sem julgar o mérito da questão, pois ainda não pude consultar a colcha de retalhos, digo, a Sagrada Constituição Imperial, a situação é bastante pitoresca, mas com indícios de cortina de fumaça, para despistar um ECIE às moscas, sob uma presidência por demais contestada.

O Premier aguarda desalentado em seu Gabinete a votação de um Decreto. Ainda não pude visitar a APQ, mas se o Premier governa por Decreto, isso não é um bom sinal. Indícios de APQ às escuras.

ATIVIDADE DEMONSTRA PARALISIA DO GOVERNO

Desde que retornei ao Império e voltei a receber as mensagens de Chandon (mantive todo esse tempo em webonly para preservar minha cidadania) pouco ou quase nada das mensagens são dignas de notas.

Não há outra coisa a pensar: o governo imperial está parado. Sendo assim, me recuso a proporcionar qualquer tipo de atividade regional. Prefiro as Capitanias às moscas do que Chandon deserto.

E não venham com essa história de que o governo está trabalhando mas que não aparece. Todo o trabalho realizado tem que aparecer, até mesmo a ingrata tarefa de cuidar da imigração, função que já teve seu glamour.

A Labareda permanecerá pelas ruas do Império em busca de atividade e movimento no Império. Aguardem.




Você está recebendo esta mensagem porque você está inscrito na lista "Nova Imprensa".
Para postar nesta lista, envie um e-mail para novaimprensa@googlegroups.com
Para sair da lista, envie um e-mail para novaimprensa+unsubscribe@googlegroups.com
Para mais opções, visite este grupo em http://groups.google.com/group/novaimprensa?hl=en