[imprensalivre] A Labareda nº 178

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <aduca2001@gmail.com>

Subject: [imprensalivre] A Labareda nº 178
To: chandon@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com, areuniana@yahoogroups.com, jornaleiro@yahoogroups.com, oinformante@yahoogrupos.com.br

 

A LABAREDA
Ano VI * Edição nº 178 * Terça-feira, 02/02/2010

Santa Rosa/FE * SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO

Fundada em 06/08/2004


EDITORIAL

O ELEFANTE BRANCO DE REUNIÃO

Desde que cheguei ao Império em 23/03/2004 questiono o tamanho de nossa estrutura. Somos bem maiores no papel do que na prática e isso faz com que fez por outra nossas instituições praticamente desapareçam do cenário popular e ficam esquecidas no limbo.

Outras vezes dá mais importância para um órgão recem criado do que para aquele que agoniza. Também ao invés de reestruturamos o ja existente, preferimos criar um novo. No fim das contas, temos um amontoado de institutos/órgãos ,etc

Sempre ouvi, principalmente do Imperador, que reduzir o número de cargo ou "prédios" não é a solução. Como não tenho bola de cristal, não pude visualizar uma situação dessa no futuro. Também nunca foi tentado reduzir. A ordem era "manter a aparência" de grande.

Reunião começou grande, não cresceu, como as empresas do grupo A Labareda. Por exemplo, você sabe como nasceu o jornal? Ele nasceu como um boletim para divulgar os resultados das pesquisas do IIRDE e foi ganhando corpo até se transformar no que se transformou.

O auge, sem dúvida, foram o prêmio recebido pelo jornal Pravda, da URSS e a publicação de 5 edições em 5 países simultanemente. Cada um destacando as notícias locais.

Esse é o tamanho do A Labareda, enquanto alguns preferem nos classificar como Diário Oficial de partido.



NOTÍCIAS

JORNALISTA SEM DIPLOMA COMETE GAFE NO A LABAREDA

Um jornalista sem diploma que prefere não se identificar, cometeu um gafe na edição de ontem que provocou indignação nos conservatorianos.


Ao relatar sobre projeto de lei que proíbe a caça de OVNI´s e baleias, o jornalista disse que o burgo de Lindt ficava em Conservatória.

Na verdade, Lindt que proíbe a caças às baleias mas não tem saída para o mar, fica na virtualista Straússia.

O presidente do A Labareda se compadeceu da revolta dos conservatorianos e mandou o jornalista fazer um estágio no jornal "Comédias da Vida Nem Tanto Privada", de Flávio Miranda.

ELEIÇÕES VÃO MOVIMENTAR REUNIÃO

Menos de duas horas depois do Microsoc reclamar eleições em Chandon, o Lorde Protetor expediu uma Ordenação Gloriosa Ordinária com a convocatória das próximas eleições.

As eleições foram marcadas para o período de 23 de fevereiro até 2 de março. A OGO ainda determina que o novo premier tome posse até o dia 24 de março.

Agora sim é que a discussão política vai esquentar. Espera-se um mínimo de cordialidade entre os políticos. Será que é pedir demais?


ALEXANDRE CARVALHO DEVERÁ INGRESSAR NA ARENA

Segundo fontes da ARENA, Alexandre Carvalho deverá ingressar no partido nas próximas horas, apesar do pedido feito ao PIGD.


A Labareda apurou que Carvalho gostaria de retornar ao partido em que passou a melhor fase política de sua carreira. Ainda segundo fonte do jornal, o ex-premier arenista disse que a "ARENA é um partido muito mais ideológico que o PIGD, que sobrevive às custas do Imperador".

Procurado por nossa reportagem, Alexandre Carvalho não pode atender à ligação. Segundo o caseiro, ele estava na propriedade de Marina Melillo conversando com pedreiros que farão a reforma do Solar de Melillo. Marina, ex-premier e a melhor ministra da saúde e da integração (ministério atualmente inativo) de toda a história do Império, é vizinha de Alexandre Carvalho em Santa Rosa, Fournaise.

__._,_.___
Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

.

__,_._,___

[imprensalivre] A Labareda nº 177

———- Forwarded message ———-
From: Alexandre Carvalho <aduca2001@gmail.com>

Subject: [imprensalivre] A Labareda nº 177
To: chandon@yahoogrupos.com.br, imprensalivre@yahoogroups.com, oinformante@yahoogrupos.com.br, areuniana@yahoogroups.com, jornaleiro@yahoogroups.com

 

?ui=2&view=att&th=12650edb9ba63588&attid=0.1&disp=attd&realattid=ii_12650edb9ba63588&zw

Ano VI * Edição nº 177 * Segunda-feira, 01/02/2010

Santa Rosa/FE * SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO

Fundada em 06/08/2004


EDITORIAL

DESAFIO DO A LABAREDA É TER O QUE NOTICIAR

Em outros tempos, era impossível noticiar tudo que acontecia no Império de Reunião. Hoje, as coisas já são diferenciadas.


Mas ainda estamos em início de ano e creio que após o carnaval a retomada da atividade se dará de forma mais consistente.

Não estamos dizendo que não há mensagens. Existem, mas falta conteúdo, falta produção. Também achamos que essas mensagens fazem parte do micronacionalismo, mas não só vivemos disso.

Há que se consignar ainda a importância das eleições no Império, quando a atividade e a disputa política crescem em demasia, e então poderemos provar realmente o verdadeiro potencial dos micronacionalistas que estão ativos no momento.

NOTÍCIAS

PRESIDENTE DO ECIE RECLAMA DA REPORTAGEM DO A LABAREDA


O Presidente do ECIE, Luiz Octávio Azambuja, reclamou do teor das reportagens do A Labareda que dá como inoperante a participação do ECIE sob sua gestão.


Atualmente o ECIE discute sobre a alteração da Sagrada para tirar o nome de Deus do juramento. Desta forma, o Conselheiro Raphael Garcia poderia fazer seu juramento dentro de sua crença, que é nenhuma.

Acredita-se, até o momento, que os conselheiros nomeados apenas copiavam e colavam o texto da Sagrada, ou uma mensagem de um outro conselheiro. Ao que parece, alguém leu o inteiro teor do juramento.

O juramento, no entanto, tem pouco efeito prático. Já houve casos de conselheiros praticarem golpes. Mas não fizeram o juramento. E por Deus, ainda por cima.

De qualquer forma os debates estão acontecendo e só com a mudança da Sagrada é que Raphael Garcia poderá permanecer com um assento na Casa, pelo menos enquanto a presidência estiver nas mãos do PIGD.

EDITOR DO A LABAREDA NEGA PROBLEMAS COM O PIGD

O Editor do A Labareda, Alexandre Carvalho, recebeu em sua chácara na aprazível Santa Rosa/FE, reportagem do A Labareda, e aceitou falar sobre a polêmica envolvendo o PIGD.

Carvalho disse que está voltando agora ao Império e se lembra de ter deixado até mesmo o partido político a qual fazia parte. "Não me lembro qual era, acho que PSD, mas agora sou apartidário, mas não devo ficar por muito tempo dessa forma, afinal as eleições estão chegando, não é mesmo?"

O editor do A Labareda disse ser eclético quando se fala em política e que já foi membro que praticamente todos os partidos. "Acho que não passei apenas por Unida e Microsoc, mas fui premier pela Arena (na ocasião, Carvalho levou a ARENA novamente ao poder depois de 5 anos)e pelo PSD. Também já fui correlionário do Azambuja, então não sei porque ele acha que eu tô pegando no pé dele".

Questionando sobre as mensagens criticando o ECIE e o Palácio Magistral, Carvalho disse que não sabia que Thomas Müller era do PIGD, e que as críticas foram direcionadas às pessoas. Azambuja no ECIE não é bem a praia dele. "O Müller é um excelente político, mas pegou o Magistral em um período crítico, que envolve o fim de ano até o carnaval", finalizou.

PENSANDO NA ELEIÇÃO, ALEXANDRE CARVALHO PEDE FILIAÇÃO AO PIGD

Ainda sem saber a que cargo político almeja, Alexandre Carvalho não quis deixar para última hora e pediu filiação ao PIGD.


O pedido faz cair por terra toda a gritaria de Luiz Octávio Azambuja que acreditava que Carvalho estaria tentando enfraquecer o PIGD e favorecer a esquerda.

"Eu não tenho culpa se as coisas vão mal, ou tenho?", disse Alexandre Carvalho por telefone, à redação do A Labareda.

Ainda segundo o político, que passou por quase todos os partidos políticos, é difícil falar em ideologia quando não há ideologia. O PIGD, por exemplo, recebe votos apenas e tão somente por causa da figura do Imperador, que é fundador e presidente de honra do partido. "Ou vc acha que alguém vai votar em Luiz Azambuja?".

A Direção do PIGD ainda não se manifestou e Carvalho não soube dizer o que faria caso seu pedido fosse indeferido.

CONSERVATÓRIA ABUSA DO VIRTUALISMO

Um pouco de virtualismo sempre faz bem ao micronacionalismo. Muitas vezes digo que estou "descansando em minha chácara" ou que a "população em êxtase acenava para a Imperatriz" (agora nem tanto, creio eu).


Mas Conservatória certamente atravessou todos os limites com a edição de dois decretos burgomestrinos.

No burgo de Lindt não é mais permitido caçar OVNI´s e baleias. Para o burgomestre, não é correto o abate de OVNI´s e nem a caça às baleias e outros cetáceos.

Os OVNI´s, se avistados devem ser reportados à guarda local, ou capturado, se possível. O decreto das baleias não deixa claro se existe a possibilidade de caçar baleias fora do período reprodutivo ou em caso de aumento populacional.

O burgomestre de Lindt é um Murta-Ribeiro, o que por si só deveria ser explicação de alguma coisa. 

Seria ele descendente do famoso "Murta-que-geme"?

__._,_.___
Imprensa Livre, por uma imprensa livre!

Boicotem os censores!

.

__,_._,___